GalharDEUS? Destaque do Internacional comenta boa fase e valoriza vitória sobre Ceará

Thiago Galhardo chegou aos oito gols na artilharia, 13 no ano, mas não escondeu de ninguém o reconhecimento pelo ex-clube

por Agência Futebol Interior

Porto Alegre, RS, 10 (AFI) - Thiago Galhardo deu a volta por cima na carreira em 2019, defendendo as cores do Ceará, após passagem complicada no Vasco. Chamou a atenção do Internacional, mudou de casa e, nesta quinta-feira, foi o comandante da importante vitória dos gaúchos sobre sua ex-equipe. O destaque do Brasileirão anotou os dois gols da vitória do líder por 2 a 0 sobre os cearenses no Beira-Rio.

Galhardo chegou aos oito gols na artilharia, 13 no ano, mas não escondeu de ninguém o reconhecimento pelo ex-clube. O atacante ficou bastante emocionado no primeiro gol. Quase chorou. Em respeito, foi comedido na comemoração do segundo também. Saiu cansado antes do apito final, substituído, mas satisfeito pelo bom trabalho realizado.

Com oito gols marcados nas últimas seis rodadas, Thiago Galhardo enaltece elenco do Internacional em vitória sobre o Ceará
Com oito gols marcados nas últimas seis rodadas, Thiago Galhardo enaltece elenco do Internacional em vitória sobre o Ceará

Curiosamente, após a greve lesão de Paolo Guerrero. Ele aceitou o desafio de jogar como centroavante e vem fazendo a diferença no Campeonato Brasileiro.

Em entrevista após o final da partida, o camisa 17 do Internacional, que também é artilheiro isolado da competição, mostrou que está com pés no chão. Mesmo tendo ajudado demais o Internacional a chegar aos 20 pontos e abrir três do vice-líder Flamengo, que tem 17, Galhardo fez questão de dividir os méritos com seus companheiros.

"Nós temos 30 jogos, todos os jogos tentamos fazer a mesma coisa: manter a bola. Alguns jogos vamos ter menos posse e finalização. Não vamos jogar sempre 100%, mas importante saber sofrer. Nosso ataque começa na defesa e nossa defesa começa no ataque. Não à toa somos líder. Parabenizar a equipe. Não importa quem faz o gol, o importante é vencer".

JUSTA HOMENAGEM
Perguntado sobre a comemoração em um dos gols, o meia-atacante revelou que foi uma homenagem a uma torcedora, em prol das pessoas surdas.

"Eu tinha prometido para ela que se eu fizesse gol, eu iria comemorar desta forma. Também vou dar minha camisa para ela. Venho abraçando essa causa. Na comemoração, com os sinais, eu disse: Vamos Internacional, eu te amo, assim como essa torcedora me ensinou. Estamos muito felizes com a vitória".