Libertadores: Grêmistas acusam machismo em derrota para o Libertad

Torcedoras relataram machismo sofrido por alguns integrantes da torcida organizada do Tricolor

por Agência Estado

Porto Alegre, RS, 13 (AFI) - Mais um relato de mulheres que sofreram machismo no estádio está viralizando nas redes sociais. Desta vez, as torcedoras assistiam o jogo do Grêmio em Porto Alegre quando foram impedidas de subir em uma parte da arquibancada da Arena.

Espaço incorporado por HTML (embed)

A noite triste não se resumiu a derrota para o Libertad por 1 a 0 e a situação complicada do clube tricolor na Copa Libertadores, mas também ao que um grupo de torcedoras passou durante o jogo na Arquibancada Norte. Os relatos foram feitos por dois perfis diferentes.

"Eu e minhas amigas subimos na barra, para alentar e cantar como fazemos em todos os jogos, quando para nossa surpresa uns homens começaram a gritar 'desce daí que guria não fica na barra'", relata uma das postagens.

VÍDEO!
O vídeo que acompanha a publicação mostra o momento em que três homens estão pedindo para que uma das meninas desça, sendo que outros torcedores (homens) também estão no mesmo local sem ser importunados. A moça tenta argumentar, mas a insistência continua.

Caso de machismo na Arena do Grêmio
Caso de machismo na Arena do Grêmio

"Achamos que era brincando quando de repente os guris vieram pra nossa volta e começaram a puxar nossos pés, nos ameaçando e mandando descer", continuou.

Por fim, o perfil conta que teve que descer depois de perder metade do segundo tempo conversando com eles, tentando entender os motivos.

"Eles só sabiam falar que não podia", resume em uma postagem. "Nunca vou me esquecer do guri fazendo sinal que ia me bater depois", desabafa em outro tuíte.

"Até quando esses atos de machismo vão? Até quando? Não adianta fazer textão no Dia da Mulher e chegar no estádio e proibirem a gente de alentar. Não vão nos calar", concluiu.