Grêmio Osasco deverá dividir estádio no Campeonato Paulista da Série A3

Isso porque, quando começar o Paulista da Segunda Divisão, em abril, o Osasco Futebol Clube também vai mandar jogos no mesmo estádio

por Leonardo Rodrigo de Moraes

Osasco, SP, 20 (AFI) - A Série A3 do Campeonato Paulista começa em poucos dias com o Grêmio Esportivo Osasco tendo o Estádio José Liberatti como reduto. Mais para a frente, no entanto, tem início a 2ª Divisão e o mesmo estádio será compartilhado pelo Osasco Futebol Clube, que até o ano passado hibernava nos arquivos da Federação Paulista.

Dois times para um mesmo estádio não será tarefa fácil para a administração do José Liberatti e, portanto, a Secretaria de Esportes está apreensiva porque ainda depende da divulgação dos jogos da segundona para poder, por fim, ver o que pode fazer para que não haja conflitos de datas.

Mas se pensar em dois times já preocupa demais a Serel, o que fazer em caso de um terceiro? Sim, o Esporte Clube Osasco volta do descanso de três anos e, tal qual os outros dois clubes, também fará reduto no José Liberatti.

Portanto, a Serel terá que montar um cronograma meticuloso para administrar GEO na Série A3, Osasco FC e ECO na segundona. E o mais fatal, a prefeitura vai precisar, de forma sobremaneira, da ajuda do calendário da Federação Paulista.

O torcedor, portanto, pode se preparar porque não será surpresa jogos no sábado e no domingo, como também no meio de semana, para castigo do gramado do estádio. A saída mais cômoda, ainda que traumática para a grama, será a de jogos intercalados.

Em meados da década de 90 o Osasco Futebol Clube tomou o lugar do extinto Monte Negro, em 2000 o Esporte Clube Osasco tomou o lugar do Osasco FC, e em 2007 surgiu o Grêmio Osasco como principal ator nesse drama, e no lugar do ECO. Agora, eis os três se acotovelando em busca de espaço nesse congestionamento anunciado.

 
 
" />