FRANCÊS: Em má fase, Lyon perde do Saint-Étienne e amplia jejum

Com o resultado, time soma quatro derrotas e três empates nas últimas sete rodadas da competição

por Agência Estado

Campinas, SP, 06 (AFI) - O Lyon vive momento complicado no Campeonato Francês. O time do técnico brasileiro Sylvinho visitou o Saint-Étienne neste domingo e perdeu por 1 a 0 em jogo válido pela nona rodada, chegando a sete jogos sem vitórias no torneio nacional.

Com o resultado, o Lyon soma quatro derrotas e três empates nas últimas sete rodadas da competição, na qual começou de forma arrasadora. Agora, porém, a equipe ocupa apenas a 14ª posição da tabela, com nove pontos, dois a menos que o Saint-Étienne, o 13º. Quem está na ponta é o Paris Saint-Germain, com 21.

BRASILEIROS EM CAMPO
Apesar da derrota, os comandados de Sylvinho ficaram no zero com os rivais até os estágios finais da partida, que contou com alguns brasileiros em campo. Pelos visitantes, o zagueiro Marcelo, o lateral-direito Rafael e o volante Thiago Mendes foram titulares. Jean Lucas, também volante, entrou no segundo tempo.

Em uma das substituições ocorridas no duelo foi providencial para o triunfo dos anfitriões. Em sua estreia no comando do Saint-Étienne, o francês Claude Puel colocou o atacante esloveno Robert Beric no fim do jogo e foi ele quem marcou o gol da vitória, já aos 45 minutos da etapa complementar. Glória para os donos da casa e tristeza para o Lyon, que amplia a má fase no torneio nacional.

MAIS JOGOS
Em outro jogo válido pela nona rodada do torneio neste domingo, o quinto colocado Lille recebeu o Nîmes e empatou por 2 a 2. O atacante francês Loic Remy e o ponta-de-lança nigeriano Victor Osimhen marcaram para os anfitriões, enquanto o atacante francês Renaud Ripart, de pênalti, e o atacante togolês Kevin Denkey anotaram para os visitantes.

Rennes e Reims também foram a campo no dia e os donos da casa acabaram derrotados. Quem fez o gol da vitória do Reims foi o atacante Boulaye Dia, que colocou o clube no sexto posto da tabela com 14 pontos, um a menos que o Lille.