Marcelo Oliveira amarga eliminação na Sul-Americana e não deve continuar no Fluminense

Ele tem contrato com o clube até dezembro deste ano, mas não deve ser procurado para renovar

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 29 (AFI) – A derrota para o Atlético-PR, por 2 a 0, praticamente sacramentou o fim do trabalho de Marcelo Oliveira no Fluminense. O treinador já não é mais unanimidade entre a diretoria e vem sofrendo seguidas críticas da torcida, principalmente depois da eliminação vexatória na semifinal da Copa Sul-Americana. Ele deve fazer seu jogo de despedida no domingo, às 17 horas, contra o América-MG no Maracanã.

Ele tem contrato com o clube até dezembro deste ano, mas não deve ser procurado para renovar. Marcelo Oliveira chegou ao Fluminense em junho deste ano, durante a parada para a Copa do Mundo, e teve um início animador, mas aos poucos foi caindo de rendimento. Na última quarta-feira o treinador completou oito jogos sem vencer e sem marcar nenhum gol. Agora chega na última rodada do Campeonato Brasileiro ameaçado pelo Z4.

Marcelo Oliveira amarga eliminação na Sul-Americana e não deve continuar no Fluminense
Marcelo Oliveira amarga eliminação na Sul-Americana e não deve continuar no Fluminense
Marcelo Oliveira não seguirá nas Laranjeiras nem mesmo se salvar o Fluminense do rebaixamento. Apesar de estar ameaçado, o clube depende apenas de si para seguir na primeira divisão: uma vitória simples ou até mesmo um empate garante a permanência. Ainda assim, o jogo é confronto direto com o América-MG, que está na zona e também precisa vencer.

Foram 33 jogos, contando Brasileirão e Sul-Americana, com 12 vitórias, oito empates e 13 derrotas, além de 26 gols marcados e 34 sofridos. O grande problema que Marcelo Oliveira enfrentou foram os salários atrasados, que minou o trabalho do treinador. Com 63 anos, ele já trabalhou em grandes clubes como Cruzeiro, Vasco, Palmeiras, Atlético-MG e Coritiba.

 
 
" />