Bruno Henrique e Lincoln comemoram parceria em vitória do líder Flamengo

Foi dos pés dos dois que saiu o gol da vitória do Rubro-Negro nos minutos finais da segunda etapa

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 07 (AFI) - Após ver a distância para o segundo colocado Palmeiras cair nas últimas rodadas, o Flamengo voltou a engatar duas vitória seguidas para seguir sossegado rumo ao título do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quinta-feira (07), o time rubro-negro lutou e com direito a um gol nos últimos minutos, venceu o clássico contra o Botafogo, pelo placar de 1 a 0, em pleno Estádio Nilton Santos.

Após a partida, o atacante Bruno Henrique falou sobre as dificuldades do duelo. O centroavante deu passe para o gol de Lincoln e agora é o líder de assistência do Flamengo, com 14 toques para gols. Além disso, ele é o vice-artilheiro do time carioca com 15 gols, sendo nove em clássicos.

"Sabíamos da dificuldade que iríamos enfrentar nesse jogo, já que contra o Flamengo todo mundo quer correr, mostra seu futebol e impor o jogo. Mas mais uma vez, nossa equipe está de parabéns, já que não desistiu até o apito final e fomos agraciados com esse gol no fim", disse Bruno Henrique, que ainda completou falando sobre as dicas do treinador.

Bruno Henrique e Lincoln comemoram parceria em vitória do líder Flamengo
Bruno Henrique e Lincoln comemoram parceria em vitória do líder Flamengo
"O Mister (Jorge Jesus) sempre pede para que a gente tenha intensidade até o apito final e hoje não poderia ser diferente, ainda mais que estávamos com um jogador a mais. Estou feliz em ter ajudado a equipe sair vitoriosa com essa assistência", completou o atacante.

ÓTIMO RETORNO
Já o jovem Lincoln, de apenas 18 anos, voltou a ser titular e marcou o gol da vitória, após ficar algum tempo fora por conta de uma lesão sofrida justamente contra o Botafogo, no primeiro turno da competição nacional.

"Quero agradecer a Deus por esse gol de hoje. Ainda mais que foi contra o Botafogo, clube no qual eu me machuquei no primeiro turno. Foi especial. Sei que esse ano não vem sendo um dos melhores, já que fiquei muito tempo parado, mas voltei e agora quero ajudar a melhor maneira possível nesse resto de temporada", disse Lincoln, que ainda completou.

"Quando eu fui entrar no jogo, o Mister pediu para eu ficar dentro da área. Como não poderia ser diferente, logíco que ouvi os conselhos dele e fui feliz. Consegui me posicionar entre os zagueiros e contei com um passe açucarado do Bruno Henrique, para escorar para o fundo das redes".

FECHADOS
Para o meia Éverton Ribeiro, que iniciou a jogada do gol ao lançar Bruno Henrique em velocidade pelo lado esquerdo, faltou espaço para jogar, principalmente no primeiro tempo.

“Eles marcaram muito bem e nos deixaram sem espaço para jogar. A gente conversou no intervalo de que precisaria jogar mais na frente, tocar a bola e abrir espaços. Além disso, não adiantava cair porque o juiz não estava marcando falta em nada”.

O volante Willian Abrão também reclamou da falta de espaços para jogar, dando méritos à luta do Botafogo na marcação. “Todo mundo que joga contra a gente quer vencer. Eles paravam as jogadas com falta e ficavam catimbando. Mas nós sempre buscamos o gol”.

É por aí que também comentouo atacante Gabriel, o Gabigol, que desta vez teve poucas chances. Ele só chutou duas vezes com perigo ao gol, mesmo assim de longe, fora da área, e com desvios na defesa. “Acho que no final a gente foi premiado pelo gol e pela vitória, porque sempre buscamos vencer” – concluiu.