Dodô lamenta empates do Cruzeiro em casa e pede melhor desempenho do ataque

O time mineiro vem de dez partidas sem perder no Brasileirão, mas sete delas foram empates

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 13 (AFI) - Na luta contra o rebaixamento à Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro faz nesta segunda-feira um confronto decisivo contra o lanterna Avaí, no Mineirão, pela 33.ª rodada. Em 16.º lugar com 35 pontos, o time mineiro está um à frente do Fluminense, que abre a degola, e um dos motivos para estar nesta incômoda situação, de acordo com o lateral-esquerdo Dodô, é o alto número de empates (14) na competição.

"Pecamos nas partidas em casa. Acho que fora de casa estamos com desempenho melhor que tivemos antes. Infelizmente deixamos alguns pontos pelo caminho em casa, em jogos que tínhamos a vantagem e tomamos o empate. Na segunda-feira (contra o Avaí) teremos nova chance de fazer três pontos e subir um pouquinho na tabela", disse Dodô, em entrevista coletiva nesta quarta na Toca da Raposa II.

O que mostra bem essa situação é o fato de o Cruzeiro estar a 10 jogos sem perder no Brasileirão, mas com sete empates e apenas três vitórias neste período. Com sete triunfos em todo o campeonato, o critério de desempate desfavorável pode prejudicar o time nesta reta final da temporada.

"No momento não podemos pensar no critério de desempate. Temos que focar na pontuação e, obviamente, nas vitórias. Sabemos que tivemos uma primeira parte de campeonato muito ruim e estamos correndo atrás desse prejuízo agora. Esses últimos 10 jogos sempre pontuando pode parecer ruim agora com a nossa classificação, mas o déficit na tabela vem desde o início do campeonato, e não agora. Nesses últimos 10 jogos a nossa linha defensiva tem apresentado evolução grande e levado poucos gols. Esperamos agora o bom desempenho ofensivo para conseguir as vitórias", afirmou o lateral-esquerdo.

Dodô ressaltou a importância de o time ter mais tempo para treinar, já que só entrará em campo na segunda-feira. "A semana tem sido boa para recuperar quem tem problemas físicos. Tivemos uma folga que é importante para a cabeça, dar uma espairecida, ficar um pouco com a família. É uma semana importantíssima, acho que não é ainda decisiva, mas fundamental para essa reta final pois depois dessa partida com o Avaí faltarão somente cinco jogos, no qual três deles são fora de casa", comentou.

OPORTUNIDADES
Com a contusão do Egídio, Dodô vem tendo oportunidades na equipe. O lateral-esquerdo afirmou que essa disputa vem acontecendo desde o começo do ano e que o time vem sofrendo modificações em outros setores.

"Tem sido uma oportunidade importante poder ajudar nesse momento que estamos vivendo, estou participando dos jogos e trabalhando muito para crescer com o time nessa reta final. A disputa vem de acordo com a oscilação do time. Obviamente quando um time vence é provável a manutenção da equipe. Quando não tem a sequência de vitórias é normal que se mexa no time, não tem sido somente na lateral, o Abel (Braga) tem feito outras modificações", relatou.