Cruzeiro entra na briga com Flamengo e São Paulo para contratar meia do Sport

O Sport bate o pé para receber R$ 6 milhões pelo jogador à vista, já que atravessa uma grave crise financeira

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 03 (AFI) – O Sport está gostando de arrastar a novela com Everton Felipe e já começa a montar um mercadão. Depois de bater o pé e recusar propostas de São Paulo e Flamengo, o clube pernambucano passou a negociar o jogador com o Cruzeiro, que corre contra o tempo para oficializar um reforço. Com 21 anos, ele se recuperou recentemente de uma lesão grave no joelho e ainda não conseguiu voltar a atuar em alto nível.

Buscando um reforço ofensivo, o Cruzeiro levantou dinheiro com empresários para buscar um jogador de velocidade pelas pontas. Recentemente sondou a situação de Pedro Rocha, que atualmente defende o Spartak de Moscou, mas não conseguiu chegar a um acordo. Ainda assim, manteve o dinheiro, que poderia ser usado para contratar Everton Felipe. O jovem meia aguarda as definições sobre o seu futuro, mas já alegou que prefere jogar no São Paulo.

Cruzeiro entra na briga com Flamengo e São Paulo para contratar Everton Felipe, meia do Sport
Cruzeiro entra na briga com Flamengo e São Paulo para contratar Everton Felipe, meia do Sport
Primeiro clube a entrar na parada, o Flamengo concordou em pagar R$ 6 milhões para contratar o jogador, mas acabou empacando na forma de pagamento. O clube carioca gostaria de dividir em duas parcelas, enquanto o pernambucano queria receber à vista. Depois pintou o São Paulo, que ofereceu o mesmo valor, mas com uma proposta diferente: contratar Everton por empréstimo de seis meses antes de pagar o valor integral.

O Sport bate o pé para receber R$ 6 milhões pelo jogador à vista porque atravessa uma grave crise financeira. O clube chegou a atrasar salários antes da Copa do Mundo e usaria o dinheiro da transação do jogador para quitar uma parte das dívidas com o elenco. Além disso, o clube pernambucano quer manter 5% dos direitos econômicos, de olho numa valorização e uma possível transação no futuro – já teria direito a 5% por ser o clube formador.

 
 
" />