Série C: Invicto no Grupo B, Criciúma rescinde com dupla por 'comportamento inadequado'

Equipe carvoeira aparece na quarta colocação da chave, com nove pontos, três abaixo do líder Brusque

por Agência Futebol Interior

Criciúma, SC, 16 (AFI) - Invicto no Grupo B, com nove pontos conquistados em cinco jogos, o Criciúma-SC precisou contornar, neste meio de semana, uma crise interna visando a sequência do Campeonato Brasileiro da Série C.

Afinal de contas, uma briga foi registrada, na noite da última terça-feira (15), no Centro de Treinamentos Antenor Angeloni. A discussão entre o atacante Jajá e o zagueiro Cayque foi tão acalorada que a Polícia Militar precisou ser acionada.

"Houve um desentendimento entre dois jogadores do Criciúma e a Polícia Militar esteve no local e registrou o BO de ameaça, sendo que apenas uma das partes se encontrava no local", afirmou a corporação através de nota oficial.

O clube, após reunião entre diversas partes, incluindo os atletas, optou por rescindir o contrato com ambos, conforme divulgado também através de nota oficial.

Roberto Cavalo comanda o Criciúma
Roberto Cavalo comanda o Criciúma
"O Criciúma comunica o desligamento dos atletas Jajá e Cayque na manhã desta quarta-feira (16/09) por comportamento inadequado no Centro de Treinamento Antenor Angeloni", resumiram os tricolores.

Jandir Breno Souza Silva, o Jajá, tem 21 anos e chegou ao Criciúma após passagens por Americano-RJ, Goytacaz-RJ, Boavista-RJ e Aparecida-GO. Marcou apenas um gol em 16 jogos com a camisa tricolor.

Cayque Ramos de Andrade, conhecido apenas como Cayque, é pouco mais novo, já que tem apenas 19 anos, e integrava o plantel Sub-20 enquanto aguardava uma chance com o elenco profissional, comandado pelo técnico Roberto Cavalo.

O Criciúma volta a campo no domingo (20), quando, às 16h, enfrenta o Ypiranga-RS, no Colosso da Lagoa, em Erechim (RS). Os donos da casa aparecem na terceira colocação, com 11 pontos.