Bahia x Ceará - Reedição das finais de 2015 e 2020 e com invencibilidades!

Se o Tricolor ainda não perdeu como mandante, o Alvinegro ainda não perdeu na edição 2021

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 30 (AFI) - Bahia e Ceará vão reeditar a final da Copa do Nordeste de 2015 e 2020, ambas vencidas pelo Vozão. O duelo deste sábado, às 16 horas, no Pituaçu, em Salvador, ainda colocará em campo invencibilidades dos dois lados. Se o Tricolor ainda não perdeu como mandante, o Alvinegro ainda não perdeu na edição 2021.

O Bahia chega à final com 20 gols marcados, sendo 16 como mandante. Ou seja, 80% dos gols tricolores foram em casa. Em todos os jogos em seus domínios, o Esquadrão balançou as redes adversárias, sendo que, em três oportunidades, marcou quatro ou mais gols. Em casa, são quatro vitórias e um empate.

Se o rival tem o melhor ataque, o Ceará tem uma das melhores defesas com apenas três gols tomados, sendo um em casa e dois fora. O time do técnico Guto Ferreira acumula seis vitóias e quatro empates. O Ceará não perde na Copa do Nordeste desde abril de 2019, uma vez que foi campeão invicto em 2020.

Atrás da desejada. (Foto: Divulgação)
Atrás da desejada. (Foto: Divulgação)

ARBITRAGEM!
A arbitragem será toda do Piauí. O dono do apito será Antônio Dib Moraes de Sousa,. que terá como assistentes Rogério de Oliveira Braga e Márcio Iglésias Araújo Silva. Já o quarto árbitro será Diego da Silva Castro.

GOLEIRO FORA!
Para a final, o técnico Dado Cavalcanti segue sem poder contar com o goleiro Douglas. Ele está em quarentena após testar positivo para Covid-19. Matheus Teixeira, herói das semifnais ao pegar dois pênaltis, continua como titular. O zagueiro Lucas Fonseca, por outro lado, fica à disposição após se recuperar de lesão.

Com fome de gols. (Foto: Felipe Oliveira / Bahia)
Com fome de gols. (Foto: Felipe Oliveira / Bahia)

"Final não tem favorito. Qualquer uma das equipes pode vencer. Minha expectativa é entrar com o nível de concentração elevado e com a competitividade que tivemos nos jogos anteriores. Serão dois grandes jogos. Histórico, retrospecto... Tudo isso fica em segundo plano", disse o comandante tricolor.

NO RITMO!
O técnico Guto Ferreira não poderá contar com o lateral-direito Gabriel Dias, expulso na semifinal. Marlon deverá ser seu substituto. Ainda no sistema defensivo, o zagueiro Messias, titular absoluto, deu a receita para o Vozão se dar bem fora de casa.

Em busca de mais um título. (Foto: Divulgação)
Em busca de mais um título. (Foto: Divulgação)

"O Ceará não pode mudar a metodologia de trabalho porque está jogando fora de casa. Tem que continuar trabalhando da mesma maneira. Se a gente chegou aqui nessa final foi trabalhando dessa maneira. Trabalharemos em busca da vitória, do resultado positivo. É um jogo de 180 minutos. Temos dois jogos para decidir. É jogar da maneira que a gente vem jogando sempre para sair com o título. Não temos que mudar nada no estilo de jogo", disse.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
1ª rodada
Data
01/05/2021
Horário
16h00
Local
Pituaçu - Salvador (BA)
Árbitro
Antônio Dib Moraes de Sousa (PI)

Assistentes
Rogério de Oliveira Braga (PI) e Márcio Iglésias Araújo Silva (PI)

Cartões Amarelos
Bahia-BA: Nino Paraíba, Rossi, Patrick de Lucca
Ceará-CE: Vina

Cartões Vermelhos
Bahia-BA: Lima
Ceará-CE: Charles
Gols
Ceará-CE: Jael 47' 2T
Bahia-BA
Matheus Teixeira;
Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia;
Patrick de Lucca, Thaciano (Matheus Galdezani), Daniel (Juninho) e Rodriguinho (Thonny Anderson);
Gilberto (Alesson) e Rossi (Óscar Ruiz)
Técnico: Dado Cavalcanti
Ceará-CE
Richard;
Buiú, Messias, Luiz Otávio e Bruno Pacheco;
Oliveira, Charles, Vina (Yony Gonzáles) e Lima (Pedro Naressi);
Felipe Vizeu (Saulo Mineiro) e Mendoza (Jael).
Técnico: Guto Ferreira