Bahia 4 x 0 Londrina - Tricolor atropela e encaminha vaga às oitavas da Copa do Brasil

Os destaques do duelo ficaram por conta de Nino Paraíba, ex-Ponte, e Artur, ex-Palmeiras

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 18 (AFI) - Com bela atuação de Nino Paraíba, o Bahia derrotou o Londrina pelo placar de 4 a 0 na noite desta quinta-feira, na Arena Fonte Nova, e encaminhou a vaga para as oitavas de final da Copa do Brasil.

O clube baiano aproveitou para colocar um ponto final em um tabu que já durava 15 anos. O último triunfo do clube tricolor diante da equipe paranaense havia acontecido na Série B de 2004.

ATRÁS EM NÚMEROS
Apesar da vitória, o Bahia segue atrás do Londrina no histórico dos confrontos.

Agora, são duas vitórias para a equipe nordestina, três do clube paranaense, além de um empate.

Com o resultado, o Londrina terá que vencer por cinco gols de diferença para avançar à próxima fase.

Caso faça quatro, a decisão sairá dos pênaltis. Além da vaga, o vencedor levará uma premiação de R$ 2,4 milhões.

Vanderlei Rodrigues: show de transmissão
Vanderlei Rodrigues: show de transmissão

RÁDIO FI COM PAIQUERÊ
Este jogo foi transmitido ao vivo pela Rádio Futebol InteriorRádio FI - em cadeira com a parceira do norte do Paraná, a Rádio Paiquerê, a maior audiência do norte do Paraná.

A narração foi de Vanderlei Rodrigues, com participações de Jota Matheus, Lúcio Flávio, Reinaldo Furlan e âncora de Matheus Zampieri. A coordenação geral é de Fábio Fernandes.

VIROU DOIS...
O Bahia fez uma de suas melhores apresentações durante o primeiro tempo. O time nordestino não demorou a envolver o Londrina e usou os 45 minutos iniciais para encaminhar a classificação da equipe.

O primeiro gol saiu aos 24 minutos. Após disputa de Gilberto, a bola sobrou para Artur. O atacante deu belo passe para Arthur Caíke tocar na saída do goleiro Matheus Albino.

BOA MARCAÇÃO
O Londrina, que apostou no talento de Dagoberto para tentar surpreender, foi bem marcado pelo clube baiano e viu seus pontos fortes serem anulados. Com o gol, deu ainda mais espaço ao adversário, que aproveitou.

Aos 28 minutos, Nino Paraíba recuperou a bola no campo de defesa, arrancou, acionou Gilberto e recebeu de volta, dentro da área, para chutar no fundo das redes.

Bahia atropela o Londrina - Felipe Oliveira/EC Bahia
Bahia atropela o Londrina

A situação do Londrina, que já era ruim, piorou aos 39 minutos, Paulinho Moccelin fez falta dura em Gilberto, deixando também o braço no rosto do atacante, e acabou expulso. Com dez jogadores, o clube paraense teve que se fechar, a fim de não sair com um prejuízo ainda maior de Salvador.

ACABOU QUATRO
No segundo tempo, o Bahia voltou pressionando e ficou perto de fazer o terceiro aos cinco minutos. Artur avançou pela direita e tocou para Ramires. De letra, ele jogou para Arthur Caíque, que buscou o ângulo, mas jogou pela linha de fundo.

Depois de tanto se segurar, o Londrina conseguiu respondeu com Augusto. O zagueiro aproveitou a cobrança de falta de Luquinha e mandou por cima do gol.

Mas o Bahia acabou se aproveitando da superioridade numérica para fazer o terceiro. Aos 31 minutos, Nino Paraíba disparou pela direita e cruzou na medida para Artur. O atacante, ex-Palmeiras, subiu e cabeça para ampliar.

E ainda deu tempo de Fernandão dar números finais ao duelo. Aos 46 minutos, Artur cobrou escanteio na medida para o atacante, que testou firme para o gol. O Londrina tentou uma última cartada no fim, mas não conseguiu diminuir a grande vantagem construída pela equipe tricolor.

Ficha Técnica

Fase
Quarta Fase
Rodada
1ª rodada
Data
18/04/2019
Horário
20h00
Local
Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro
Pericles Bassols Pegado Cortez (PE)

Renda
R$ 243.910,00
Assistentes
Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

Público
17.616 pagantes
Cartões Amarelos
Bahia-BA: Elton, Flávio , Moisés

Cartões Vermelhos
Londrina-PR: Paulinho Moccelin
Gols
Bahia-BA: Arthur Caíke 24' 1T, Nino Paraíba 28' 1T, Artur 31' 2T, Fernandão 46' 2T
Bahia-BA
Anderson;
Nino Paraíba, Ernando, Lucas Fonseca e Moisés;
Elton, Gregore (Flávio) e Ramires;
Artur, Gilberto (Fernandão) e Arthur Caíke (Rogério)
Técnico: Roger Machado
Londrina-PR
Matheus Albino;
Raí Ramos, Augusto, Wallace e Neuton (Felipe);
Germano, Anderson Leite e Paulinho Moccelin;
Luquinha (Alisson Safira), Dagoberto (Marcelinho) e Anderson Oliveira.
Técnico: Roberto Fonseca