Ito Roque é apresentado como novo treinador da Caldense para o Mineiro de 2019

O treinador atuou como jogador profissional de 1990 a 2001, e chega para comandar a equipe no mineiro do ano que vem

por Agência Futebol Interior

Poços de Caldas, MG, 03 (AFI) - Ito Roque foi apresentado pela Caldense na tarde desta quarta-feira, para comandar o clube no Campeonato Mineiro de 2019. Ito tem 50 anos, é natural de Araraquara-SP e já indicou nomes para reforçar a Veterana. Algumas negociações já estão bem avançadas e o início da pré-temporada está previsto para meados de novembro.

Adilson Roque, seu nome real, atuou como jogador profissional de 1990 a 2001 e defendeu times como Ferroviária, Independente, Paulista, Taubaté e Rio Preto. Posteriormente, em 2002, iniciou sua carreira como técnico e comandou diversas equipes. Entre elas: Mirassol, Penapolense, Ferroviária, Mixto, Taubaté, Sertãozinho, Villa Nova e Novorizontino, seu último clube.

ENTREVISTA COM ITO

Espaço incorporado por HTML (embed)

Seja bem-vindo à Caldense Ito, muito sucesso para você na Veterana!

Muito obrigado! Eu é que agradeço. É uma satisfação enorme trabalhar em uma equipe forte e de tradição no Campeonato Mineiro. A gente espera que essa passagem seja vitoriosa e que possamos, através de muita dedicação, engrandecer ainda mais o clube.

Ito Roque foi apresentado pela Caldense na tarde desta quarta-feira (Fotos: Renan Muniz / Caldense)
Ito Roque foi apresentado pela Caldense na tarde desta quarta-feira (Fotos: Renan Muniz / Caldense)

Você já é um treinador de prestígio, principalmente no interior paulista, onde o futebol é muito renomado. O quanto isso agrega na sua experiência?

Acho que com o passar dos anos, os campeonatos que disputamos, os acessos que conseguimos, as vitorias e derrotas, nos fazem pessoas mais fortes. Isso tudo serve como experiência para nos nortear. Hoje tenho ideias de jogo formadas, dentro dos padrões da modernidade, mas sem esquecer o que é o futebol e tudo aquilo que é necessário para criação de jogadas.

Além disso, você foi atleta profissional. Isso contribui bastante na hora de lidar com o grupo?

Com certeza. O fato de ser sido jogador ajuda a tomar decisões dentro da equipe. Essas noções de ambiente e convivência contribuem muito no cotidiano. Sou formado em educação física e, logo que parei de jogar, comecei a atuar como preparador físico, auxiliar técnico, até me tornar treinador.

Você já estava em contato com a diretoria da Caldense praticamente desde o término da Série D. Como está sendo o planejamento para a temporada de 2019?

Eu, o Zezito e o Johnatan Alemão temos assistido vários jogos, principalmente da Série B e Série C do Campeonato Brasileiro. Analisamos diversos atletas e colocamos tudo no papel. Agora cabe ver as condições de cada um para que possamos chegar a um acordo juntamente com a diretoria.

Qual o perfil dos jogadores que vocês estão procurando?

Precisa ser alguém que se encaixe no nosso modo de jogo. Vamos montar um time competitivo, com marcação forte, velocidade, saída de bola rápida e uma boa transição ofensiva. Acredito que para se realizar grandes campanhas, é necessário um equilíbrio entre organização defensiva, qualidade técnica e criatividade. Sou um treinador que gosta de dar liberdade para o atleta, principalmente no ataque.

Ito, muito sucesso para você na Caldense e que você possa alcançar seus objetivos. Tem algum recado para a torcida alviverde?

Estou feliz e orgulhoso por ter a oportunidade de trabalhar aqui. A mensagem que passo para os nossos torcedores é que acreditem no nosso trabalho e continuem prestigiando a equipe. Pois dentro de campo, vamos derramar muito suor por vocês.

 
 
" />