Série D: CBF aceita pedido do Rio Branco-AC e adia jogo para segunda-feira

O elenco do Rio Branco teve de ser atendido em um hospital por infecção alimentar

por Agência Futebol Interior

Bragança, PA, 18 (AFI) – A CBF aceitou pedido do Rio Branco-AC e adiou o jogo deste domingo, contra o Bragantino-PA, pela sétima rodada da Série D do Campeonato Brasileiro.

O time acreano fez o pedido porque após viajar para o interior do Pará, todo o elenco acabou tendo de ser levado a um hospital por infecção alimentar.

O Rio Branco não teria como enviar uma equipe em campo, já que todos os atletas e a comissão técnica estavam na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade de Bragança, e alguns deles em situação mais grave, precisando permanecer de cama.

A CBF, por tanto, mudou a partida para essa segunda-feira, também às 15 horas, mesmo horário em que o jogo seria disputado no domingo.

No entanto, o Rio Branco ainda ressaltou que há a possibilidade de que o jogo não ocorra, já que não se sabe como será a recuperação dos atletas até a segunda-feira.

“Diretoria solicitou e CBF atendeu. Jogo contra o Bragantino-PA, que seria realizado neste domingo, foi adiado devido à suspeita de intoxicação alimentar. CBF adiou para amanhã, às 13h (horário do Acre). Um novo parecer médico indicará condições ou não de jogo”, publicou o Rio Branco.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
7ª rodada
Data
19/10/2020
Horário
15h00
Local
Diogão - Bragança (PA)
Árbitro
Murilo Francisco Misson Júnior (MG)

Assistentes
Rafael Bastos Cardoso (PA) e Jhonathan Leone Lopes (PA)

Cartões Amarelos
Bragantino-PA: Gabriel Gonçalves, Bruno Limão
Rio Branco-AC: Uesles, Valdimar

Gols
Bragantino-PA: Gabriel Gonçalves 32' 2T, Canga 48' 2T
Rio Branco-AC: Guilherme Campana 13' 1T
Bragantino-PA
Axel;
Bruno Limão, Romário, Gabriel Gonçalves e Esquerdinha (Jackson);
Ricardo Capanema, Paulo de Tárcio (Túlio), Edicleber (Wendell) e Gugu Vieira (Bilau);
Canga e Fidélis (Rael).
Técnico: Cacaio
Rio Branco-AC
Bruno;
Valdimar, Bené, Uesles e Bruce;
Ramon, Magno (Mateus Monte) e Campana;
Cassiano (Chumbinho), Rodrigão (Lyniker) e Vandinho.
Técnico: Walter Clay