Série D: Maurílio Silva entrega o cargo mesmo após classificar o Ferroviário

Treinador não gostou da pressão de parte da diretoria e de alguns torecdores mesmo com a vaga garantida

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 28 (AFI) - O técnico Maurílio Silva (foto / Ferroviário / Divulgação) entregou o cargo, nesta segunda-feira, mesmo após classificar o Ferroviário para a segunda fase da Série D do Campeonato Brasileiro. Ele não gostou das cobranças excessivas da torcida. Apesar da vaga, alguns torcedores chamaram os jogadores de "sem vergonha". Uma ala da diretoria também desagradou o comandante.

"É complicado você trabalhar com esta pressão toda vindo da torcida e de parte da diretoria. Estamos trabalhando para o clube, mas parece que querem o contrário. Então, a partir deste momento, estou deixando o clube e desejando muita sorte no resto da competição", disse Maurílio Silva ao site Grande Área.

O Ferroviário se classificou à segunda fase da Série D de forma invicta. Em seis jogos, o clube cearense obteve duas vitórias e quatro empates, além de sete gols a favor e cinco tentos tomados. Aproveitamento de 55,6%. O Ferrão avançou na liderança do Grupo A4 com dez pontos, um a mais do que o vice-líder Cordino, também garantido na segunda fase.

"Atingimos nosso objetivo e com a classificação na liderança. Não perdemos nenhum jogo e mesmo assim fomos tratados desta forma. Pensei bem. Meu objetivo era o acesso. Sempre foi. O time tem condições. Mas não dá para seguir assim. Não existe esta pressão. Nunca sofri isso", completou o comandante.

O Ferroviário, com a vantagem de decidir em casa, enfrentará o Cordino na segunda fase. O primeiro duelo será no Estádio Leandrão, em Barra do Corda. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda divulgará as datas e os horários dos confrontos. Na fase de grupos, cearenses e maranhenses caíram na mesma chave e empataram sem gols em Fortaleza e, por 1 a 1, no Maranhão.

 
 
" />