Oeste 1 x 1 Londrina – Rubrão aumenta invencibilidade, mas vê G4 distante

Sem perder há cinco jogos, o time de Itápolis desperdiçou a chance de encostar no pelotão da frente

por Agência Futebol Interior

Barueri, SP, 14 (AFI) - Não foi o resultado que o Oeste esperava, mas o empate por 1 a 1 com o Londrina na noite desta terça-feira, na Arena Barueri, pela nona rodada, aumentou a sequência invicta do time paulista para cinco jogos no Campeonato Brasileiro da Série B. Germano abriu o placar para os paranaenses e Marcus Vinícius deixou tudo igual.

Sem perder desde o dia 27 de maio - 2 a 1 para o Paraná, em Curitiba -, o Oeste desperdiçou a oportunidade de encostar no pelotão da frente e continua na zona intermediária, com os mesmos 13 pontos que o Londrina. No entanto, os paulistas levam vantagem nos gols pró - nove contra sete.

A partida foi transmitida ao vivo pela Rádio 107 FM, de Itápolis, que é parceira do Portal Futebol Interior.

PRECISA MELHORAR

A partida começou bastante equilibrada e a primeira finalização veio apenas aos sete minutos, por parte do Oeste. Crysan arriscou de longe e mandou para fora. Na sequência, foi a vez de Bruno Silva finalizar para defesa segura de Marcelo Rangel. O Londrina era dominado e viu o Rubrão criar mais duas oportunidades antes dos 20 minutos e chutes de fora da área.

O experiente Germano abriu o placar para o Londrina no final do primeiro tempo
O experiente Germano abriu o placar para o Londrina no final do primeiro tempo

Crysan dominou livre e bateu rasteiro. Marcelo Rangel se esticou todo e espalmou para escanteio. Após boa troca de passes, Léo Artur recebeu de Francisco Alex finalizou. A bola desviou na zaga e saiu pela linha de fundo. A partida era muito fraca tecnicamente. Ao ser substituído por conta de uma lesão muscular, o goleiro Felipe Alves deu lugar para Jeferson Romário sem ter feito sequer uma defesa.

Na primeira chegada, o Londrina abriu o placar, aos 42 minutos. Rondinelly cobrou falta e Germano, sem precisar sair do chão, cabeceou no cantinho de Jeferson Romário. E quase que o Oeste empata na sequência, mas Marcelo Rangel fez grande defesa em finalização rasteira de Mazinho.

EXPULSÃO E EMPATE

No começo do segundo tempo, aos 15, Romário recebeu dois cartões amarelos em menos de um minuto e foi expulso pela arbitragem, deixando o Londrina com dez jogadores em campo. O Oeste se animou ainda mais e o técnico Fernando Diniz colocou o time todo para o ataque em busca do empate. No entanto, o Rubrão seguia encontrando dificuldades para entrar na área do adversário.

Marcus Vinícius aproveitou bate e rebate para deixar tudo igual
Marcus Vinícius aproveitou bate e rebate para deixar tudo igual

O Londrina estava muito fechado, fazendo com que o Oeste passasse a arriscar de fora da área. Aos 33, Rafael Rocha soltou a bomba de longe, mas a bola desviou em Francisco Alex e saiu pela linha de fundo. Dois minutos depois, o Rubrão chegaria ao empate em um lance de pura sorte. Após bate e rebate dentro da área, a bola sobrou para Marcus Vinícius, que tirou do goleiro.

Animado, o Oeste esboçou uma pressão em cima do Londrina nos minutos finais. O adversário se defendia com todos os jogadores. Satisfeito com o empate, o Tubarão procurava valorizar a posse de bola.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo no próximo sábado pela décima rodada. O Oeste recebe o Vila Nova, às 21 horas, na Arena Barueri, em Barueri, enquanto o Londrina enfrenta o Bahia, às 16 horas, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
9ª rodada
Data
14/06/2016
Horário
19h15
Local
Arena Barueri - Barueri (SP)
Árbitro
Paulo Henrique de Melo Salmazio - MS

Renda
R$ 15.200,00
Assistentes
Sérgio Alexandre da Silva - MS e Ramires Santos Candido - ES

Público
1.491 torcedores
Cartões Amarelos
Oeste-SP: Maurinho, Rafael Rocha
Londrina-PR: Zé Rafael, Paulinho Moccelin, Keirrison, Romário, Matheus

Cartões Vermelhos
Londrina-PR: Romário
Gols
Oeste-SP: Marcus Vinícius 35' 2T
Londrina-PR: Germano 42' 1T
Oeste-SP
Felipe Alves (Jeferson Romário);
Felipe Rodrigues, Francis (Rafael Rocha) e Bruno Silva;
Renan Mota (Matheus Vargas), Francisco Alex, Maurinho e Mazinho;
Léo Artur, Marcus Vinícius e Crysan.
Técnico: Fernando Diniz
Londrina-PR
Marcelo Rangel;
Romário, Matheus, Luizão e Léo Pelé;
Germano, Rondinelly (Fabiano Alves) e Júlio Pacato;
Keirrison (Netinho), Paulinho Moccelin e Zé Rafael (Marcelinho).
Técnico: Claudio Tencati
 
 
" />