Atlético-GO 4 x 1 América-RN - Dragão arrasa em 45 minutos

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 25 (AFI) - Com um futebol arrasador no primeiro tempo, o Atlético-GO passou por cima do América-RN como um trator e goleou por 4 a 1, nesta terça-feira, em Goiânia, pela abertura do segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série B. Os quatro gols foram marcados na etapa inicial, com gols de Juninho, Marcão (duas vezes) e Leandro Amaro. No segundo tempo, o time potiguar descontou com André Luís.

Veja também:
ABSURDO! "Torcedores" armados entram no vestiário da Portuguesa

Com a goleada, o Atlético segue na vice-liderança da Segundona, com 39 pontos, três a menos que o líder Vasco. O América, por sua vez, continua descendo ladeira abaixo na classificação, ocupando a 15ª colocação, com 23 pontos. O clube só não está na zona de rebaixamento em função dos critérios de desempate.

Foi a segunda goleada sofrida do time americano na Série B. No último sábado, o clube apanhou do Ceará em pleno Machadão, em Natal, sendo goleado por 5 a 1.

Massacre do Dragão!
O Atlético começou o jogo num ritmo alucinante e passou por cima do América como um trator. Logo aos dois minutos, Robston lançou para o atacante Juninho, que limpou dois marcadores e bateu cruzado para abrir o placar no Serra Dourada. O time visitante não teve nem tempo de respirar o sofreu o segundo. Aos 10 mintos, Robston lançou para Rafael Cruz, que cruzou da direita. Marcão se antecipou à zaga e marcou de cabeça.

Estava muito fácil para o time goiano, e o terceiro quase veio no minuto seguinte. Elias fez a fila, driblou três e mesmo caído chutou pela linha de fundo. O jogo parecia ataque contra defesa e o América mal passava do meio-campo. Aos 24, o Dragão fez mais um. O atacante Marcão dominou na frente da meia lua e bateu no canto do goleiro para fazer o terceiro.

Virou goleada!
Após abrir 3 a 0 com menos de 30 minutos de jogo, o Atlético cadenciou o jogo, e o clube potiguar não demonstrava força para reagir. Aos 28 minuto, Rafael Cruz começou a jogada que quase chegou aos pés de Juninho, mas o goleiro Weverton chegou antes e ficou com a bola. A primeira finalização do América veio as 29 minutos, quando Rafael abriu para Thoni, que chutou em cima da marcação e a bola se perdeu para escanteio.

O Atlético chegava com extrema facilidade e ampliou o marcador ainda no primeiro tempo. Aos 37 minutos, Elias cobrou escanteio e o zagueiro Leandro Amaro subiu para marcar de cabeça. Aos 42, o América quase diminuiu o vexame. Fábio Neves encontrou Thoni no ataque, que abriu para Max. A bola passou perto do gol de Márcio, mas o jogador estava impedido.

Dragão tira o pé
Na volta do intervalo, o Atlético parecia administrar a enorme vantagem conseguida no primeiro tempo e diminuiu o ritmo, apesar de chegar ao ataque com extrema facilidade. Aos três minutos, Juninho tocou para Róbston, que ficou na cara do gol e bateu pela linha de fundo. O time potiguar respondeu aos 10 minutos, num chute de longe de Rafael que Márcio espalmou para escanteio.

O América não desistia de encontrar seu gol, enquanto os donos da casa jogavam em ritmo de treino. Aos 16 minutos, Rafael cruzou para Max, que dominou no peito e chutou para fora. Os visitantes quase descontaram aos 23, após jogada de Ramires, que driblou Chiquinho e passou para Max, que ficou na cara do goleiro Márcio, mas demorou para finalizar e foi desarmado.

De tanto insistir, o América descontou aos 45 minutos. André Luís driblou o goleiro Márcio e chutou para o gol. Depois, foi só esperar o tempo passar e vibrar com mais uma vitória.

Próximos jogos
Os dois times voltam a campo no próximo sábado, pela 21ª rodada da Segundona. O América recebe o Guarani, às 16h10, em Natal, enquanto o Atlético-GO enfrenta o Bragantino, às 21 horas, no interior paulista.

Ficha Técnica

Atlético-GO 4 x 1 América-RN

Local: Estádio Serra Dourada, em Goiânia – GO
Público: 2.215 pagantes
Renda: R$ 24.660,00
Árbitro: Marcos Mateus Pereira - MS
Cartões amarelos: Max, Marcelo Ramos, Glaydson, André Luís (América-RN); Chiquinho e Brasão (Atlético)
Gols: Juninho, aos 2'/1T, Marcão, aos 9'/1T e 24'/1T e Leandro Amaro, aos 37'/1T (Atlético-GO); André Luís, aos 45'/2T (América)

Atlético-GO
Márcio; Rafael Cruz, Leandro Amaro, Jairo e Chiquinho; Leandro Carvalho (Brasão), Pituca, Robston (Lindomar) e Elias (Anaílson); Juninho e Marcão.
Técnico: Mauro Fernandes.

América-RN
Wéverton; Vanderlei, Marcelo Ramos (Ramires) e Adalberto; Thoni, Jackson, Rafael, Fábio Neves (André Luís) e Tita; Glaydson e Max (Guaru).
Técnico: Roberto Fonseca.