Flamengo 2 x 1 Corinthians - Gol polêmico faz Mengo depender apenas de si

O Fla faz, no próximo domingo, um confronto direto contra o Internacional, no Maracanã

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 14 (AFI) - Com um gol polêmico de Gabigol validado pelo VAR, o Flamengo venceu o Corinthians, por 2 a 1, na tarde deste domingo, no Maracanã, e segue dependendo apenas de si para conquistar o bicampeonato brasileiro. A partida foi válida pela 36ª rodada.

A quarta vitória nos últimos cinco jogos fez o Flamengo se manter na vice-liderança com 68 pontos, um a menos que o líder Internacional, que ganhou do Vasco da Gama, por 1 a 0, em São Januário.

Por outro lado, o Corinthians não conseguiu retomar o oitavo lugar, perdido para o Santos no último sábado, e aparece na nona colocação, com 49 pontos. O Timão ainda corre o risco de ser ultrapassado pelo Red Bull Bragantino.

VEJA MELHORES MOMENTOS E OS GOLS


UM GOL PARA CADA LADO
O Flamengo precisou de apenas nove minutos para abrir o placar no Maracanã. Arrascaeta cobrou falta e Willian Arão desviou de cabeça. A bola entrou no cantinho de Cássio. Mesmo em vantagem, o Mengo continuou dominando o Corinthians, que não ameaçava Hugo Souza.

Aos 18, Everton Ribeiro cobrou escanteio e Bruno Henrique cabeceou no travessão. No minuto seguinte, o Corinthians deixou tudo igual em sua primeira chegada. Em uma falha de marcação de Arão, Léo Natel recebeu passe preciso de Araos e bateu na saída do goleiro.

Flamengo ganhou do Corinthians no Maracanã em jogo polêmico
Flamengo ganhou do Corinthians no Maracanã em jogo polêmico

POSSE DE BOLA NÃO GANHA JOGO
Apesar de ter muito mais posse de bola, o Flamengo tinha dificuldades para passar pela marcação do Corinthians, que deu um susto aos 36.

Arão saiu jogando errado e foi desarmado por Araos, que acabou sendo travado por Rodrigo Caio na hora da finalização.

Nos minutos finais do primeiro tempo, o Flamengo esboçou uma pressão no Corinthians, mas os zagueiros conseguiram tirar todas as bolas. Aos 45, Everton Ribeiro arriscou de fora da área e mandou por cima.

MUITA POLÊMICA
Antes mesmo do primeiro minuto do segundo tempo, Bruno Henrique escapou em velocidade e cruzou rasteiro. Gabigol chegou um pouco atrasado. A resposta do Corithians veio em contra-ataque puxado por Araos. Gustavo Mosquito bateu firme e Hugo Souza espalmou.

Aos dez, Bruno Henrique chutou e Cássio espalmou. No rebote, Everton Ribeiro bateu cruzado e Gabigol completou para o gol. O bandeirinha assinalou impedimento, mas o tento foi validado após consulta do VAR.

Lance do Gol - Diego está cruzando (do lado esquerdo) e Gabigol na mesma linha no meio da pequena área
Lance do Gol - Diego está cruzando (do lado esquerdo) e Gabigol na mesma linha no meio da pequena área

FICOU ABERTO
Atrás do placar, o Corinthians esboçou uma pressão no Flamengo. Léo Natel soltou a bomba, a bola desviou no meio do caminho e saiu por cima. Os alvinegros reclamaram de um pênalti não marcado após a bola tocar no braço de Pepê.

O Flamengo quase matou o o jogo aos 43 minutos. Vitinho invadiu a área, cortou Gil e na hora da finalização pegou fraco. Aos 47 foi a vez de Pedro parar em Cássio. O Timão tentou na bola aérea nos minutos finais, mas a zaga rubronegra levou a melhor.

PRÓXIMOS JOGOS
No próximo domingo, pela penúltima rodada, Flamengo e Internacional fazem uma verdadeira final, às 16 horas, no Maracanã, no Rio de Janeiro. Se o Colorado vencer, conquista o título.

O Corinthians entra em campo na quarta-feira, contra o Santos, às 19 horas, na Vila Belmiro, em Santos. A partida é atrasada da 33ª rodada.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
36ª rodada
Data
14/02/2021
Horário
16h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro
Rafael Traci (SC)

Renda
------
Assistentes
Kleber Lucio Gil (SC) e Alex dos Santos (SC)

Público
Portões Fechados
Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Filipe Luís
Corinthians-SP: Fábio Santos, Ramiro, Fagner, Gil, Roni

Gols
Flamengo-RJ: Willian Arão 9' 1T, Gabigol 10' 2T
Corinthians-SP: Léo Natel 19' 1T
Flamengo-RJ
Hugo;
Isla, Rodrigo Caio, Willian Arão e Filipe Luís;
Diego (Gustavo Henrique), Gerson (Vitinho), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Michael);
Bruno Henrique (Pepê) e Gabriel (Pedro).
Técnico: Rogério Ceni
Corinthians-SP
Cássio;
Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos;
Xavier (Ramiro), Cantillo (Luan), Gustavo Mosquito (Gabriel Pereira), Araos (Jô) e Otero (Roni);
Léo Natel.
Técnico: Vagner Mancini