Bahia x Palmeiras - Verdão tenta seguir vivo na briga pelo título brasileiro

O time de Palestra Itália precisa engatar uma sequência de vitórias para chegar no Flamengo

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 16 (AFI) - Tentando alcançar o Flamengo na liderança do Brasileirão, o Palmeiras desafia o Bahia neste domingo, às 16h, na Arena Fonte Nova, pela 33ª rodada. O Verdão soma 67 pontos, contra 78 do Flamengo. O Tricolor tem 43, ainda sonhando com uma vaga na Libertadores 2020.

O duelo entre Palmeiras e Bahia, válido pela 33ª rodada do Brasileirão 2019, no domingo (17), será o 55º encontro entre os dois times em toda a história – o Verdão leva vantagem no histórico do confronto, com 28 vitórias contra nove derrotas nos 54 jogos já disputados anteriormente pelos dois esquadrões (outros 17 prélios terminaram empatados). Foram 84 gols a favor do Maior Campeão do Brasil e 40 para o Tricolor Baiano.

O Palmeiras ostenta grande invencibilidade diante do Bahia. São, atualmente, dez jogos sem perder para o time tricolor, sendo que o último revés aconteceu em julho de 2012, na Arena Barueri, pelo Brasileirão. Nesse período, o Verdão venceu cinco jogos e aconteceram outros cinco empates. Foram 15 gols marcados pelo Maior Campeão do Brasil e oito sofridos.

Considerando apenas jogos disputados na Bahia, como no caso deste domingo (17), a sequência invicta é ainda mais impressionante. A última derrota palestrina no estado do Esquadrão de Aço aconteceu em 1988 - há 21 anos, portanto -, pelo Brasileirão daquele ano. De lá para cá, o Verdão venceu oito jogos e as equipes empataram em outras cinco oportunidades.

COMO VEM O TRICOLOR?
Sem poder contar com o zagueiro Juninho, o meia Guerra e o atacante Artur, todos com o direito ligado ao adversário, além de Marco Antônio, vetado pelo Departamento Médico, o técnico Roger Machado fechou o treino para que o Bahia possa tentar surpreender o Palmeiras.

Bahia e Palmeiras se enfrentam neste domingo
Bahia e Palmeiras se enfrentam neste domingo
Apesar de não revelar a equipe que iniciará jogando contra o Palmeiras, o treinador indicou algumas mudanças. Na defesa, Wanderson formará dupla com Lucas Fonseca. Já o meio de campo terá Gregore, Flávio e João Pedro.

Para a vaga de Artur, Artur Caíque e Rogério disputam a posição. Na frente, Fernandão deverá aparecer entre os titulares, haja vista a polêmica envolvendo Gilberto, que revelou o desejo de atuar pelo Flamengo.

E O VERDÃO?
O Palmeiras encerrou, neste sábado, a preparação para a partida deste domingo contra o Bahia ainda sem confirmar a presença do atacante Luiz Adriano no time. O camisa 10 da equipe do técnico Mano Menezes se recupera de uma lesão na coxa recorrente, que voltou a ser sentida no último dia 6 de novembro diante do Vasco, no Rio de Janeiro, e o tirou do clássico contra o Corinthians na rodada passada da competição.

Não foi confirmada pelo clube a participação do atacante na atividade com portões fechados, realizada na Academia de Futebol neste sábado. No treino, de acordo com a assessoria de comunicação, o treinador comandou trabalhos táticos com ênfase em bolas aéreas, marcações e transições, encerrando a manhã com um recreativo.

O meio de campo do time também poderá contar com retorno. O volante Felipe Melo está de volta graças a um efeito suspensivo obtido junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e tem condição de jogo no duelo contra os baianos.

Ele terá de disputar vaga com Ramires, que, recuperado desde a rodada anterior de um problema no adutor da coxa que o afastou por mais de dois meses, foi testado por Mano Menezes na posição em treinos nesta semana.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
33ª rodada
Data
17/11/2019
Horário
16h00
Local
Arena Fonte Nova - Salvador (BA)
Árbitro
Bruno Arleu de Araújo (RJ)

Renda
R$ 551.621,00
Assistentes
Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Michael Correia (RJ)

Público
23.194
Cartões Amarelos
Bahia-BA: Flávio , Ronaldo

Gols
Bahia-BA: Arthur Caike 46' 1T
Palmeiras-SP: Borja 25' 2T
Bahia-BA
Douglas;
João Pedro, Lucas Fonseca, Wanderson e Moisés;
Gregore, Flávio (Shaylon) e Ronaldo;
Élber (Lucca), Artur Caíke e Gilberto (Fernandão)
Técnico: Roger Machado
Palmeiras-SP
Weverton;
Marcos Rocha, Luan, Vitor Hugo e Diogo Barbosa;
Thiago Santos, Bruno Henrique e Gustavo Scarpa (Lucas Lima);
Dudu, Zé Rafael (Willian) e Deyverson (Borja)
Técnico: Mano Menezes