Jornalista esportivo é demitido após fazer comentário machista

Daniel Campelo teve a chance de se retratar, mas piorou ainda mais a situação na última segunda-feira

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 15 (AFI) - Após gerar revolta dos ouvintes ao dizer que "mulher deve contar conta da casa, do marido e dos filhos" ao invés de trabalhar no futebol, o comentarista Daniel Campelo foi demitido da Rádio Jovem Pan, de Fortaleza, nesta terça-feira.

A frase foi dita por Campelo durante a transmissão do jogo entre Ceará e Avaí, no último domingo, ao ser questionado pelo narrador Gomes Faria sobre a atuação das mulheres na arbitragem brasileira, já que a carioca Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá era uma das bandeirinhas.

O comentarista Daniel Campelo foi demitido
O comentarista Daniel Campelo foi demitido
Diante da repercussão negativa, com inúmeras manifestações nas redes sociais e notas de repúdio da Associação Nacional dos Árbitros de Futebol e do Grupo Cidade de Comunicação - congloremado responsável pela Rádio Jovem Pan no Ceará -, o comentarista teve a chance de se retratar na última segunda-feira, mas piorou ainda mais a situação.

"Eu não disse brincando não, repito aqui, quem não gostar que tire as calcinhas e pise em cima. Não dou satisfação porque é mulher. Você discorda e eu tenho meu ponto de vista. Negócio de mulher metida com macho dentro do estádio", disse Campelo, que continuou:

"Eu adoro mulher. Melhor do que uma mulher, só duas. Negócio de futebol não dá certo... Fica defendendo mulher, mas você foi vítima de quantas?", questionou o comentarista, que agora está desempregado.

VEJA ABAIXO O QUE DISSE DANIEL CAMPELO

Espaço incorporado por HTML (embed)