Com medo de protesto e inseguro, Fluminense desembarca em Fortaleza para se reabilitar

A despeito do péssimo momento na temporada, a delegação do Fluminense foi recebida com carinho no Ceará.

por Agência Estado

Rio de janeiro, RJ, 6 (AFI) - Depois de treinar a portas fechadas na manhã desta sexta-feira no CT Pedro Antônio, o Fluminense viajou para Fortaleza, onde teve um desembarque tranquilo, apesar da situação difícil da equipe carioca, que não consegue sair da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

A despeito do péssimo momento na temporada, a delegação do Fluminense foi recebida com carinho no Ceará. Como há poucos jogos da equipe na região, os torcedores aproveitaram para tirar foto e tietar alguns atletas.

RECEIO NO GALEÃO
Antes, no embarque no Galeão, no Rio, o clube estava receoso quanto à possibilidade de haver protesto da torcida, mas não houve tumulto.

Neste sábado, às 17 horas, o Fluminense encara o Fortaleza no Castelão, pela 18ª rodada, para encerrar a série negativa de três derrotas seguidas, duas delas para CSA e Avaí, os dois piores times do campeonato, que estão atrás apenas justamente do time carioca, o 18º, com 12 pontos.

O técnico Oswaldo de Oliveira relacionou 22 jogadores para o duelo no Ceará.

Fluminense: insegurança e medo. Foto: Lucas Merçon.FFC
Fluminense: insegurança e medo. Foto: Lucas Merçon.FFC

UMA MUDANÇA CERTA
A lista não tem o meia Allan, suspenso e que está a serviço da seleção olímpica. Com isso, Airton deve ser o titular como seu substituto.

A outra mudança deve ser a entrada de Gilberto na lateral direita. Ele era titular, mas perdeu o posto por lesão e agora está prestes a "roubar" a posição de Igor Julião, que não vem agradando.

Confira a lista de relacionados do Fluminense:

Goleiros: Agenor e Muriel;

Zagueiros: Nino, Digão e Frazan;

Laterais: Gilberto, Igor Julião e Caio Henrique;

Meio-campistas: Caio, Ganso, Nenê, Marcos Paulo, Daniel, Guilherme, Dodi, Yuri, Airton e Nenê;

Atacantes: Wellington Nem, João Pedro, Kelvin, Yony González e Lucão.