Vitória 3 x 3 Cruzeiro - Chuva de gols garantem igualdade!

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 30 (AFI) – Na noite deste domingo, Vitória e Cruzeiro ficaram no empate, por 3 a 3, no Estádio Barradão, no complemento da 22ª rodada do Brasileirão. O resultado foi muito comemorado pelo time baiano, pois mesmo jogando em casa perdia por 3 a 1 até os 40 minutos do segundo tempo, quando reagiu e chegou ao empate heróico.

Com o resultado, os dois times aparecem com 29 pontos na classificação, mas o Vitória leva vantagem no saldo de gols, pois tem menos três, enquanto os mineiros somam menos seis gols. Assim, o Vitória aparece na 12ª colocação e o Cruzeiro é o 13º.

Piscou? A Raposa marcou!
O torcedor que resolveu ir ao banheiro ainda no começo da partida ficou sem ver o primeiro gol. Isso mesmo, pois o Cruzeiro foi ao ataque e abriu o placar aos dois minutos. Jancarlos recebeu pelo lado direito da grande área, driblou a marcação e chutou forte. O goleiro rebateu para o meio e Gilberto apenas empurrou para o gol vazio e colocou os mineiros em vantagem.

Depois do primeiro gol, quem brilhou e garantiu a vitória parcial do Cruzeiro foi o goleiro Andrey, que ocupou o lugar de Fábio neste jogo. A primeira boa defesa foi aos 14 minutos após chute de Ramón. O Vitória seguia querendo o empate, mas Roger errou o alvo no minuto seguinte. O goleiro cruzeirense salvou novamente após o chute de Leandro, quando teve que usar os pés.

O jogo seguia movimentado, principalmente pelos lados dos baianos que continuavam pressionando, mas Andrey estava inspirado. Aos 32, Ramón usou a cabeça após cruzamento de Neto Berola, mas o goleiro só observou. Aos 37, Andrey evitou o gol de empate após tentativa de Roger. No minuto seguinte, o goleiro se esticou para defender de Nino, que pegou de fora da área. O Vitória ainda poderia ter empatado aos 45, mas Andrey defendeu chute de Berola.

Reação arretada!
No segundo tempo, o goleiro do Cruzeiro continuou inspirado, mas quase não teve o que fazer a não ser rezar aos 16. Neto Berola driblou Andrey, mas chutou à esquerda. No minuto seguinte, o time mineiro chegaria a mais um gol. Fabrício invadiu a área e sofreu penalidade máxima. Na cobrança, Gilberto deslocou o goleiro Viafara.

Mesmo com dois gols a menos, o Vitória não desanimou e foi em busca do gol, que aconteceu aos 22. Ramón cobrou falta do lado direito e Roger subiu sozinho de dentro da pequena área apara tocar de cabeça. Mas, aos 31, Thiago Ribeiro recebeu dentro da grande área e marcou o terceiro gol para os mineiros.

Quando a vitória do time visitante parecia consumada, os baianos reagiram. Aos 40 minutos, Ramón recebeu na entrada da área, dominou e chutou rasteiro. A bola foi no canto esquerdo do gol de Andrey, que não conseguiu segurar. Três minutos mais tarde o time baiano chegou ao empate. Roger recebeu pelo lado direito e chutou forte para fazer um lindo gol.

Próximos Jogos!
Pela 23ª rodada, o Vitória volta a campo no sábado, quando encara o Grêmio, às 18h30, no Estádio Olímpico. Por outro lado, o Cruzeiro recebe o São Paulo, domingo, às 16 horas, no Mineirão.

Ficha Técnica

Vitória 3 x 3 Cruzeiro

Local: Estádio Barradão, em Salvador-BA
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique-RJ
Cartões amarelos: Fábio Ferreira, Leandro, Uelliton e Roger (Vitória); Leonardo Silva e Soares (Cruzeiro)Renda: R$ 147.870
Público: 8.138 pagantes

Cartão vermelho: Thiago Heleno (Cruzeiro)
Gols: Roger 21'/2T e aos 43'/2T, e Ramón 40'/2T (Vitória); Gilberto 2'/1T e aos 19'/1T, e Thiago Ribeiro 31'/2T (Cruzeiro)

Vitória
Viafara; Nino (Jackson), Anderson Martins e Fábio Ferreira; Leandro (Elkeson); Magalm Vanderson, Uelliton (Leandrão) e Ramón Menezes; Roger e Neto Berola.
Mancini

Cruzeiro
Andrey; Jancarlos (Vinicius), Leonardo Silva, Gil, Thiago Heleno e Diego Renan; Fabrício, Henrique e Gilberto (Fabinho); Thiago Ribeiro e Soares (Guerrón).
Técnico: Adilson Batista