Botafogo aposta em atitude para bater o 'traiçoeiro' Athletico-PR no Rio

O Botafogo tem 19 pontos e vem de uma importante vitória fora de casa por 2 a 0 diante do Avaí.

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 11 - Superada uma sequência de seis jogos sem vencer, o Botafogo agora tem pela frente um adversário que, mesmo desgastado e focado em outras frentes pode ainda ser traiçoeiro. Para não cair na armadilha do Athletico-PR, no jogo deste domingo, às 16h, no Engenhão, a equipe carioca aposta na atitude para vencer e voltar a subir na tabela do Campeonato Brasileiro.

O Botafogo tem 19 pontos e vem de uma importante vitória fora de casa por 2 a 0 diante do Avaí. Mas não ganha em seus domínios desde o dia 2 de junho, quando bateu Vasco por 1 a 0.

Além disso, terá pela frente um adversário que tem a mesma quantidade de pontos, vem de três vitórias seguidas e surpreendeu nas duas últimas vezes em que atuou fora de seu estádio pelo Brasileirão: bateu CSA (4 a 0) e Cruzeiro (2 a 0), mesmo jogando com equipes consideradas reservas, opção que deve repetir neste domingo.

Tais dados fazem com que o técnico botafoguense Eduardo Barroca se mostre preocupado com a concentração de seus comandados.

"O Athletico, se não for a principal, está entre as três equipes mais organizadas dentro de campo do Brasileirão. Eles têm lógica na forma de jogar, são muito fortes e organizados. A gente vai jogar, dentro de casa, uma partida que dá a possibilidade de subir três posições na tabela. Vai ser um jogo difícil, mas precisaremos ter atitude e nos impor desde o início", avalia.

Barroca pediu cuidado contra o Furacão
Barroca pediu cuidado contra o Furacão
FÁCIL?
O treinador não acredita que o time paranaense de alguma forma possa representar uma presa fácil também por estar possivelmente cansado após viagem que fez ao Japão para participar de uma copa internacional.

"Independentemente de como venha o adversário, sabemos que existe qualidade do outro lado e que precisamos nos impor no Rio de Janeiro", insistiu.

Ciente das dificuldades que podem ser impostas pelo adversário, Barroca sabe que terá de montar sua equipe com alguns desfalques. Um deles é o zagueiro Gabriel, que recebeu o terceiro cartão amarelo e deve dar lugar a Marcelo Benevenuto ao lado de Carli, que, por sua vez, retorna ao time após cumprir suspensão.

Outro que não joga é o volante Alex Santana, que sentiu o adutor da coxa direita no treino da última quarta-feira. Em seu posto, entra Gustavo Bochecha. O restante da equipe deve ter a escalação que bateu o Avaí em Florianópolis por 2 a 0.