Árbitro relata ter sido chamado de "vagabundo" por técnico do Bahia

Mano Menezes corre o risco de receber uma punição pesada pelo que falou após a partida

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 12 (AFI) - Indignado com a marcação do pênalti que garantiu a vitória do Fluminense sobre o Bahia, por 1 a 0, no Maracanã, o técnico Mano Menezes chamou o árbitro paranaense José Mendonça da Silva Júnior de "vagabundo" após a partida.

"Deixa esse vagabundo aí. Não quero que reclame com esse vagabundo não. Deixa roubar", disse Mano Menezes para os seus jogadores na beira do gramado.

Ofensa de Mano Menezes foi relatada na súmula do árbitro (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
Ofensa de Mano Menezes foi relatada na súmula do árbitro (Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia)
E isso pode resultar em uma punição pesada para o treinador, já que foi relatado na súmula pelo árbitro paranaense. José Mendonça da Silva Júnior disse que se sentiu ofendido.

"Informo que após o encerramento da partida, já no vestiário do estádio, tomei conhecimento de que o técnico da equipe esporte clube bahia, senhor luiz antonio venker menezes, adentrou o campo de jogo proferindo as seguintes palavras aos seus atletas se referindo a minha pessoa: "deixa esse vagabundo aí, não quero que reclame com vagabundo não. deixar roubar!" pude constatar tal ato através de imagens gravadas da transmissão da partida e me senti ofendido em minha honra", relatou o árbitro.

MAIS CRÍTICAS
O volante Elias foi outro que deixou o gramado do Maracanã indignado com o pênalti cometido pro Gregore. A marcação só aconteceu depois de um chamado do VAR.

"O Fluminense fez o trabalho dele. E teve o trabalho da arbitragem. Nem com o VAR consegue apitar, pô. Estão de brincadeira. Ontem lance duvidoso. Hoje, outro lance duvidoso. E assim vai. Tem o VAR, gente. Eles precisam apitar com o VAR. Aquilo ali é uma vergonha, apitar um pênalti daquele", desabafou Elias.