Atlético-GO tenta encerrar jejum em confronto direto contra o Sport

O Dragão não ganha há cinco jogos no Brasileirão e sete na temporada

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 22 (AFI) - A partida desta segunda-feira, contra o Sport, às 20 horas, na Ilha do Retiro, no encerramento da 22ª rodada do Campeonato Brasileiro, é encarada como uma decisão para o Atlético-GO.

Além de enfrentarem um adversário na luta contra o rebaixamento - os times são separados por apenas um ponto (Sport tem 25 contra 24 do Atlético-GO -, os goianos amargam um jejum de cinco jogos no Brasileirão.

"Nós temos 17 finais e esse tipo de jogo contra o Sport é uma superfinal. É isso que nós temos passado para os jogadores. É um adversário direto pelo objetivo, então temos que colocar para os jogadores entenderem que é uma final, e final a gente não tem que jogar, temos que vencer", disse o técnico Marcelo Cabo.

Marcelo Cabo destacou a importância do jogo (Foto: Heber Gomes/ACG)
Marcelo Cabo destacou a importância do jogo (Foto: Heber Gomes/ACG)
Com dores no tornozelo, o volante Marlon Freitas é baixa para o jogo. Para o seu lugar, Marcelo Cabo tem duas opções: Matheus Vargas deixaria o time mais ofensivo e Gabriel Baralhas reforçaria a marcação.

Na defesa, Éder foi liberado pelo departamento médico após se recuperar de uma lesão muscular, mas não tem volta garantida. O treinador rubronegro pode manter a dupla formada por João Victor e Gilvan.

ATLÉTICO-GO - Jean; Dudu, João Victor, Gilvan (Eder) e Nicolas; Willian Maranhão, Matheus Vargas (Gustavo Baralhas) e Chico; Janderson, Gustavo Ferrareis e Zé Roberto. Técnico: Marcelo Cabo.