Segundona: Conturbada eleição do América ganha novos capítulos

Presidente do Conselho Deliberativo na gestão de Italiano, Pedro Benedito Batista, quer tomar frente na realização do pleito

por Oscar Silva

São José do Rio Preto, SP, 23 (AFI) - Há seis dias da novas eleições no América para conhecer o presidente do Conselho Deliberativo e consequentemente a nova diretoria executiva do Rubro, referente ainda ao período 2017 à 2020, o conturbado clube americano volta a ser notícia no meio esportivo.

NOVO CAPÍTULO

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
Representado pela chapa de oposição denominado Novo América, o presidente do Conselho Deliberativo na gestão de Italiano, Pedro Benedito Batista, quer tomar frente na realização do pleito.

Batista acusa Italiano de promover de forma irregular o recadastramento de sócios.

"O Italiano não pode ser mais candidato a mais nada onde ele burlou todo o estatuto do clube. Tudo isso será resolvido pelos sócios e conselheiros do clube que tem ampla e misso pra resolver esta situação que a cada dia vem prejudicando e denegrindo a instituição América", disse Batista. A princípio, o pleito está marcado para a próxima segunda-feira (01), às 18h30, nas dependências do estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão.

ARTIMANHA

Inicialmente, o atual presidente americano Luiz Donizete Prieto, o Italiano, no edital de convocação para a eleição, estipulou o prazo de recadastramento dos dias 15 à 20 deste mês, mas no último sábado (20), usando de artimanha, o mandatário publicou novo edital ampliando o edital até esta quarta-feira (24).

Não concordando com a decisão, a chapa Novo América também peticionou no processo pedindo a impugnação de recadastramento e a prorrogação do mesmo, alegando no processo que já é existente a lista e o número de sócios aptos a votarem e serem votados.

COMPLICADO

Segundo a chapa de posição Novo América, o números de sócios remidos em 2017 era de 1.148 com direito a votos. No entanto, o advogado da chapa situação "Sempre América", José Zanin Júnior contesta da decisão alegando que o clube não possui fichas ou dados informatizados da relação de sócios remidos, beneméritos ou contribuintes.

"Quem tem a carteirinha, o título e o diploma, é só comparecer nesta quarta-feira(20), se cadastrar que estará cadastrado e com direito para votar", finalizou Zanin. Cheio de dívidas e com estádio penhorado, o Ameriquinha, que já foi destaque no cenário paulista, disputa atualmente a Quarta Divisão do Estadual Paulista, a tradicional Bezinha.