Adversário da Ponte na Copa do Brasil tem ex-meia de Grêmio e Corinthians como técnico

O destaque do FC Cianorte é o atacante Léo Itaperuna, ex-Fluminense

Categorias: Futebol Interior

Por: Agência Futebol Interior, 18/01/2022

tcheco treinador fc cascavel
Tcheco é o treinador do FC Cascavel há um ano

Cascavel, PR, 18 (AFI) – Na última segunda-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) sorteou os confrontos da primeira fase da Copa do Brasil. O adversário da Ponte Preta será o FC Cascavel, do Paraná.

O FC Cascavel, apelidado de Serpente Aurinegra, foi fundado no dia 16 de janeiro de 2008 durante uma reunião entre os irmãos Belletti: Sandro, Juliano e Patrick. O clube chegou a ficar um período sem atividades até voltar com tudo em 2013.

Mas foi em 2017 que tudo mudou. Atual presidente, Valdinei Silva decidiu transformar o FC Cascavel em clube-empresa. Os frutos foram sendo colhidos com o passar dos anos. Em 2021, a Serpente Aurinegra se sagrou vice-campeã paranaense sem perder nenhuma partida, sendo derrotada na final para o Londrina.

O FC Cascavel manda seus jogos no Estádio Olímpico Regional Arnaldo Busatto, fundado em novembro de 1982 e com capacidade aproximada de 25 mil pessoas.

BASE MANTIDA
Para 2022, o FC Cascavel conseguiu manter a base do time que foi vice-campeão paranaense e realizou uma boa campanha no Campeonato Brasileiro da Série D. Foram anunciados nove reforços para essa temporada.

O goleiro Fabrício Torres, o lateral-direito Mikael Doka, o zagueiro Jamerson, os volantes Fabrício Bigode e França, o meia Alex Nemetz e os atacantes Samuel, Núbio Flávio e Paulinho foram os contratados.

DESTAQUE E CARAS CONHECIDAS
O grande destaque do FC Cascavel é o atacante Léo Itaperuna, maior artilheiro da história do clube. O jogador de 32 anos vai para sua terceira temporada na Serpente Aurinegra e, revelado pelo Fluminense, tem passagens por Vila Nova, Paraná e São Bento, entre outros.

leo itaperuna atacante fc cascavel
Léo Itaperuna é o maior artilheiro da história do FC Cascavel

O elenco aurinegro tem jogadores conhecidos do torcedor campineiro. O zagueiro Diego Giaretta e o volante Fabrício Bigode, por exemplo, acumulam passagens pelo Guarani, maior rival da Ponte Preta. Outro nome que chama atenção é o do polêmico volante França, ex-Palmeiras e Figueirense.

LEMBRA DELE?
No comando do FC Cascavel há um ano, Tcheco tem 45 anos e foi um meia que se destacou no futebol brasileiro defendendo grandes clubes, como Coritiba, Santos, Grêmio e Corinthians. Depois de pendurar as chuteiras, ele treinou Barra-SC e Rio Branco-PR antes de chegar na Serpente Aurinegra.

“Eu me sinto lisonjeado porque é um clube que tem projeto, estrutura e planejamento. Nós vemos muitos clubes que estão caindo de divisão hoje em dia. A diretoria entende que o trabalho deve continuar e vou tentar, dentro da minha responsabilidade e ao lado do torcedor, conseguir os nossos objetivos”, disse Tcheco.

Confira também: