Série B: Gabriel Santos, ex-Ponte Preta e Palmeiras, rescinde com o Tupi

O jogador alegou problemas particulares antes mesmo do jogo de despedida contra o Paraná

por Agência Futebol Interior

Juiz de Fora, MG, 24 (AFI) - Rebaixado com algumas rodadas de antecedência para a Série C do Campeonato Brasileiro, o Tupi sequer esperou a despedida da Série B para iniciar a reformulação no elenco. Nesta quinta-feira, a diretoria alvinegra anunciou a saída do experiente zagueiro Gabriel Santos.

O ex-zagueiro de Ponte Preta e Palmeiras, entre outros clubes, tinha contrato com o Tupi até o dia 30 de novembro, mas acabou pedindo para ser liberado por conta de um problema particular. O técnico Júlio Cirico sabia da possibilidade de Gabriel Santos deixar o Tupi e por isso não contava com ele para a partida desta sexta-feira, contra o Paraná, pela última rodada da Série B.

Alegando problemas particulares, Gabriel Santos pediu para ser dispensado do Tupi
Alegando problemas particulares, Gabriel Santos pediu para ser dispensado do Tupi
"Ele alegou que precisava antecipar o final do contrato por conta de um problema particular", comentou o diretor executivo de futebol Gustavo Mendes.

Gabriel Santos chegou ao Tupi depois de defender o Villa Nova no primeiro semestre e disputou 21 das 37 partidas realizadas pelo time mineiro até aqui na Série B. Em outubro, o zagueiro se desentendeu com o preparador físico Renê Carlos durante um treinamento e os dois quase chegaram as vias de fato.

Quem também está de saída do Galo Carijó é Júlio Cirico. O treinador, porém, vai se despedir diante do Paraná e na segunda-feira será apresentado pela Cabofriense, onde será o auxiliar de Júnior Lopes no Campeonato Carioca. Após o jogo desta sexta-feira, muitos jogadores vão deixar o clube mineiro.

Com apenas 30 pontos somados em 37 jogos realizados, o Tupi amarga a penúltima colocação da Série B, na frente apenas do Sampaio Corrêa, que tem 27.