Série B: Negociação esfria e Moacir Júnior fica distante do Tupi

Agora, a diretoria alvinegra está analisando outros três nomes e espera fechar o quanto antes

por Agência Futebol Interior

Juiz de Fora, MG, 20 (AFI) - O Tupi continua em busca de um substituto para Estevam Soares, que deixou o cargo na última segunda-feira depois de uma sequência de resultados ruins no Campeonato Brasileiro da Série B. O plano A da diretoria era o de Moacir Júnior, mas as partes não chegaram a um acordo na hora de assinarem o contrato.

"A gente chegou a conversar, mas não entramos em um acordo. Com o Moacir praticamente descartado, estamos estudando outros nomes e esperamos fechar o quanto antes. São pelo menos três nomes e vamos ver com quem vamos acertar", comentou o vice-presidente de futebol José Roberto Maranhas com exclusividade ao Portal Futebol Interior.

Sem clube desde que comandou o Tombense na Série C do Brasileiro - o time ficou na quinta colocação do Grupo B, com 29 pontos, um a menos que o Juventude, classificado para as quartas de final -, Moacir Júnior foi procurado pela diretoria do Tupi na última segunda-feira e deixou a situação bem encaminhada. No entanto, nesta terça, alguns empecilhos fizeram a negociação esfriar.

A negociação com Moacir Júnior melou e a diretoria do Tupi estuda mais três nomes
A negociação com Moacir Júnior melou e a diretoria do Tupi estuda mais três nomes
Essa seria a terceira passagem de Moacir Júnior pelo Galo Carijó, onde ele já se sagrou campeão mineiro do interior. O treinador de 49 anos ainda acumula passagens por Macaé, Portuguesa-RJ, Americano, Vitória da Conquista, Betim, América-MG, ABC, Náutico, Criciúma, Boa Esporte e Linense. No primeiro semestre, ele quase classificou o Elefante da Noroeste para as quartas de finais do Paulistão.

Agora, a diretoria alvinegra continua em busca de um novo treinador e a expectativa é definir o substituto de Estevam Soares antes da partida de sábado, contra o Brasil de Pelotas, às 18h30, no Estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora, pela 27ª rodada da Série B.

Sem ganhar há quatro jogos - três empates e uma derrota -, o Tupi está na zona de rebaixamento, amargando o 18º lugar, com 25 pontos, seis a menos que o Oeste, 16º colocado.

DESPEDIDA
Através do facebook, Estevam Soares anunciou sua saída do Tupi e agradeceu a todos do clube. O experiente treinador lembrou que pegou um time em uma situação bastante delicada e mostrou otimismo na sequência da Série B.

"Ciclo encerrado, foram 100 dias de muito trabalho, dedicação e entrega. Agradecimentos a diretoria, comissão técnica, funcionários, torcedores e em especial a Juiz de Fora que estará sempre em meu coração. Quando cheguei, em 7 rodadas, o aproveitamento era de 12% ou seja 1 vitória e 6 derrotas, sob meu comando foram 19 jogos e um aproveitamento de 39% e o mais importante é que o elenco está pronto em todos os sentidos, físico, técnico e tático, preparado para a reta final da competição, e a vida que segue", escreveu Estevam Soares.