Tite faz nova convocação nesta sexta e deve manter base que começou a formar

O Brasil enfrenta a Bolívia dia 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, e depois a Venezuela no dia 11, fora de casa, em Mérida

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ - A segunda convocação de Tite deve confirmar que ele já tem uma base para a seleção brasileira. O treinador anuncia na tarde desta sexta-feira o grupo para as partidas de outubro contra Bolívia e Venezuela pelas Eliminatórias da Copa de 2018, na Rússia, e não deverá apresentar grandes novidades na relação de 23 jogadores que levaram a equipe nacional às duas primeiras vitórias sob seu comando.

O Brasil enfrenta a Bolívia dia 6 de outubro, na Arena das Dunas, em Natal, e depois a Venezuela no dia 11, fora de casa, em Mérida.

Tite aprovou o desempenho, dentro e fora de campo, dos jogadores chamados para as partidas com Equador (Brasil 3 a 0) e Colômbia (2 a 1), que conduziram a seleção do sexto ao segundo lugar na tabela, agora com 15 pontos e saldo melhor do que a Argentina - Uruguai lidera com 16. Por isso, ele manterá a base.

Os dois triunfos fizeram a seleção brasileira dar um salto no ranking da Fifa. Subiu cinco posições em relação à classificação anterior e aparece em quarto na lista divulgada nesta quinta, empatada com a Colômbia.

Tite convoca seleção brasileira nesta sexta-feira - Lucas Figueiredo/CBF
Tite convoca seleção brasileira nesta sexta-feira
Com a base formada e depois de reconhecer que os resultados e, principalmente, o rendimento das duas partidas sob seu comando superaram as expectativas, Tite deve inovar nesta sexta apenas no caso de jogadores que considera importantes para o elenco, mas que não puderam ser convocados anteriormente.

As novidades devem ser poucas. O zagueiro Thiago Silva, que ficou fora da primeira chamada por causa de lesão, voltou a jogar normalmente pelo Paris Saint-Germain e pode aparecer na relação. Nesse caso, a tendência é que Geromel, do Grêmio, fique fora nesse momento.

Outro jogador que não esteve nos compromissos contra equatorianos e colombianos por contusão, mas que pode ser lembrado é Douglas Costa. O atacante do Bayern de Munique agrada bastante a Tite e tem possibilidade de tomar a vaga de Taison.

Tite também deve chamar um volante para o lugar de Paulinho. O ex-corintiano não poderá enfrentar a Bolívia por estar suspenso (dois cartões amarelos nas Eliminatórias) e a comissão técnica avalia que não vale a pena trazê-lo da China para apenas uma partida, que seria a segunda contra a Venezuela. As principais opções analisadas por Tite são Fernandinho, do Manchester City, e Walace, do Grêmio.