São Paulo 1 x 1 Palmeiras - Atraso, apagão, tabu e empate de "Maicon Jackson"!

O jogo sofreu atraso de uma hora devido a chuva forte que alagou o gramado e no meio do primeiro tempo ainda teve apagão

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 27 (AFI) - Em uma partida que certamente ficará para a história do Choque-Rei, São Paulo e Palmeiras ficaram no empate, por 1 a 1, no Estádio do Morumbi, pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista. O jogo sofreu atraso de uma hora devido a chuva forte que alagou o gramado e no meio do primeiro tempo ainda teve apagão..

No duelo de número 297 entre os rivais não houve vencedor, mas o Tricolor manteve o tabu de nove anos sem derrotas diante do Verdão atuando em seu estádio.

O São Paulo não perde do Palmeiras desde março de 2002, ainda pela primeira fase do torneio Rio-São Paulo. Na ocasião, o Palmeiras fez 4 a 2 no Sampa, com direito a um gol histórico do meia Alex, que chapelou dois defensores e o goleiro Rogério Ceni. Após isso, foram mais 17 jogos no Morumbi, sendo 11 vitórias do São Paulo e seis empates.

Mesmo com o tabu, o Palmeiras está melhor classificado do que o São Paulo no Paulistão. O Verdão aparece com 21 pontos, na terceira colocação, enquanto o Sampa tem 19, em quarto. No geral, o São Paulo leva a melhor em confrontos, pois venceu 103 vezes, contra 97 vitórias palmeirenses. Ainda são 97 empates.

Gol e apagão!
Assim que a bola rolou no Morumbi, o Palmeiras até que tentou mandar no jogo, mas não teve como ultrapassar a boa linha de três defensores do Tricolor. Por outro lado, o Sampa foi ao ataque e soube muito bem como utiliozar seus atacantes rápidos. Aos 17 minutos, Dagoberto cobrou falta por cima, Deola teve que voltar e espalmar a bola pela linha de fundo, salvando o Palmeiras. Aos 21, o Verdão respondeu com chute de longe. Gabriel Silva arriscou de fora da área e a bola passou perto do ângulo direito do gol são-paulino.

Melhor em campo, o São Paulo abriu o placar aos 26. Fernandinho recebeu passe de Lucas pelo lado esquerdo, invadiu a área em velocidade e chutou cruzado. A bola foi forte no ângulo esquerdo de Deola: 1 a 0. Ainda na comemoração do gol, os refletores do Morumbi se apagaram. Assim, o árbitro preferiu paralisar o jogo e aguardar pelo reestabelecimento da energia, que aconteceu após 15 minutos.

Com o recomeço do jogo, a tônica continuo sendo a mesma, ou seja, com o São Paulo melhor. Aos 31, Casemiro escorou de cabeça após cobrança de falta e a bola passou perto da meta do Palmeiras. Aos 36, Lucas fez linda jogada pelo lado esquerdo, foi à linha de fundo e tentou o cruzamento. A bola foi direto no gol e Deola salvou com a ponta dos dedos. Aos 41, Carlinhos Paraíba ficou com a sobra na entrada da área e chutou forte, mas a bola foi por cima do gol de Deola.

Expulsão e empate!
O segundo tempo foi digno de clássico. O São Paulo começou a mil e poderia ter definido o resultado rapidamente. Aos dois minutos, Jean cruzou do lado direito e Dagoberto cabeceou. A bola subiu e Deola tocou com a ponta dos dedos para evitar o segundo gol. No minuto seguinte, Dagoberto avançou pelo meio e chutou forte da entrada da área. A bola passou à direita do gol palmeirense.

O Palmeiras conseguiu equilibrar o jogo e ficou em vantagem no número de jogadores em campo. Alex Silva empurrou Adriano fora do lance de bola e o árbitro viu a agressão, expulsando o zagueiro do São Paulo. Com um jogador a mais, o Verdão passou a pressionar o Tricolor, mas esbarrou em uma marcação eficiente e em um goleiro vencedor. Aos 22, Gabriel Silva cruzou do lado esquerdo e Rogério Ceni fez a defesa. Quatro minutos depois, Tinga ficou com o rebote da zaga e chutou forte da entrada da área. Ceni fez uma defesa espetacular.

Com dificuldades em entrar na área são-paulina, o Palmeiras tentou de longe. Aos 33, Valdívia chutou de fora da área e Ceni espalmou pela linha de fundo. Quando conseguiu chegar com chance de empate, o Palmeiras não conseguiu o arremate perfeito. Aos 37, Valdívia deu lindo passe para Adriano que na velocidade ficou de frente a Rogério Ceni e chutou. O goleiro defendeu e deu rebote. O atacante chutou de novo e o arqueiro salvou novamente o Tricolor.

Pressionando bastante e vendo o São Paulo recuado, o Palmeiras insistiu e foi recompensado com o empate. Aos 38, Valdívia tocou para Kleber na entrada da área. O Gladiador serviu Adriano que chutou na saída de Rogério Ceni para igualar o jogo: 1 a 1. No final, o Palmeiras poderia ter virado, quando Gabriel Silva cabeceou e mandou por cima da meta tricolor.

Próximos Jogos!
Pela 11.ª rodada, os dois times voltam a campo no próximo sábado, àss 18h30, quando será Carnaval. O São Paulo enfrenta o São Caetano, no Estádio Anacleto Campanella. Já o verdão encara o Santo André, no Pacaembu. Antes disso, o Palmeiras joga diante do Comercial-PI, quarta-feira, às 21h50, pela Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 1 x 1 Palmeiras

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo-SP
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Marco Antonio Gonzaga da Silva
Público: 26.138 pagantes
Cartões amarelos: Miranda, Dagoberto (São Paulo); Danilo, Marcos Assunção e Kleber (Palmeiras)
Cartão vermelho: Alex Silva (São Paulo)
Gols: Fernandinho 26'/1T (São Paulo); Adriano 38'/2T (Palmeiras)

São Paulo
Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Jean, Carlinhos Paraíba, Casemiro, Lucas (Rivaldo) e Juan; Dagoberto (Willian José) e Fernandinho (Xandão).
Técnico: Paulo César Carpegiani.

Palmeiras
Deola; Cicinho, Danilo (Leandro Amaro), Thiago Heleno e Gabriel Silva; Marcos Assunção (João Vítor), Márcio Araújo, Tinga e Valdivia; Luan (Adriano) e Kleber.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.