Feliz com acesso do Guarani, artilheiro da base sonha ‘fazer um gol com o Brinco lotado'

Mesmo com a eliminação na primeira fase do Paulista Sub-20, Gabriel Poveda deixou ótima impressão ao marcar 22 gols

por Daniel Camargo

Campinas, SP, 12 (AFI) – Com apenas 17 anos de idade, Gabriel Poveda foi o destaque do Guarani no Campeonato Paulista Sub-20. O jovem marcou 22 gols na primeira fase, apesar de ter iniciado a competição como reserva. Apontado como uma das principais promessas do clube, o atacante analisou a campanha do time, o seu desempenho e relatou a alegria de ver o profissional devolver o clube a Série B do Campeonato Brasileiro.

Com menos de um ano de clube, o atacante sabe bem o que a torcida tem passado nos últimos anos. Por isso, ele fala com grande alegria do acesso conquistado pelo clube no último sábado (08).

“Foi uma coisa fora do normal fora do normal ver aquela torcida comemorando o acesso. O Guarani tem muita história e, merece estar nas principais divisões do país. [...]O torcedor do Guarani é sensacional.Eu não vejo a hora de fazer um gol com o Brinco lotado. É um sonho que eu tenho, desde que cheguei ao Guarani”, disse.

Gabriel Poveda sonha marcar um gol com o Brinco de Ouro lotado (Foto: Sarah Bulhões / Guarani)
Gabriel Poveda sonha marcar um gol com o Brinco de Ouro lotado (Foto: Sarah Bulhões / Guarani)

Com contrato até fevereiro de 2019, o jovem afirma que espera ter uma chance no time profissional. Ele reforça que trabalha com esse objetivo e que, caso a chance apareça, irá “aproveitar da melhor maneira possível”.

FRUSTRAÇÃO NO PAULISTA SUB-20
Mesmo tendo feito grandes jogos, o Bugre acabou eliminado ainda na primeira fase, terminando na quinta colocação do Grupo 3, com 37 pontos. Os quatro primeiros avançaram as oitavas de final da competição, sendo que o Flamengo-SP conquistou a última vaga, tendo somado cinco pontos a mais que a equipe campineira.

Poveda enfatiza que o grupo era muito difícil, pois ainda contava com “dois dos maiores clubes do Brasil” – Corinthians e São Paulo-, além do Red Bull Brasil. Na análise do jogador, o time ‘pecou’ nos jogos decisivos.

“ Fiquei bem frustrado com a não classificação do nosso time, pelo fato de termos uma equipe boa.Dava para chegar mais longe[...]Ficou aquele gostinho de quero mais. [...]Eu trocaria a artilharia pela classificação do time, pois eu sei a qualidade que o nosso time tem. Dava para checar mais longe”, ressaltou.

DESEMPENHO NA COMPETIÇÃO
O atacante avalia como “muito boa” a participação do Guarani, principalmente, devido ao elenco contar com vários jogadores com menos de 20 anos, a exemplo dele. Contudo, ele destaca que o campeonato serviu como um aprendizado e que, eles devem corrigir os erros para a disputa da próxima edição da Copa São Paulo.

Gabriel Poveda marcou 22 gols na primeira fase do Paulista Sub-20 (Foto: Divulgação / Guarani)
Gabriel Poveda marcou 22 gols na primeira fase do Paulista Sub-20 (Foto: Divulgação / Guarani)

O mesmo pensamento se estende para o seu desempenho individual, ainda mais pelo fato de ainda estar na briga pela artilharia da competição. Mesmo eliminado, ele soma cinco gols a mais que o vice artilheiro, Leonardo Nascimento, atleta do Santos que balançou as redes em 17 oportunidades.

“Superou minhas próprias expectativas [...] Eu defino como ótima a minha participação no campeonato. Saio de cabeça erguida, porque sei que dei o máximo para ajudar a equipe. Seguirei torcendo para que eu continue como artilheiro”, finalizou.