Mano vê empate injusto e lamenta pouco tempo de descanso do Cruzeiro

Mano também apontou o pênalti desperdiçado pelo argentino Abila no início do segundo tempo como fator determinante para o tropeço

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 17 (AFI) - O técnico Mano Menezes avaliou como injusto o empate do Cruzeiro por 0 a 0 com a Chapecoense, no último domingo, no Mineirão, pela 31ª rodada do Campeonato Brasileiro. Na sua avaliação o volume de jogo apresentado deveria ter sido suficiente para a equipe mineira assegurar o triunfo em casa.

"Nós merecemos ganhar, jogamos para ganhar, tivemos volume e oportunidades para ganhar. Iniciamos o jogo bem, criando oportunidades pelos dois lados do campo, oportunidades claras. Primeiro em um chute com o Henrique e depois com o Lucas, que estourou a primeira bola no travessão. Depois entramos duas vezes pelos dois lados e poderíamos ter acabado bem o primeiro tempo", disse.

Mano também apontou o pênalti desperdiçado pelo argentino Abila no início do segundo tempo como fator determinante para o tropeço do Cruzeiro. "No segundo tempo, embora o jogo tenha se tornado um pouco mais dramático, tivemos como primeiro lance a penalidade máxima. Foi um momento crucial e talvez tenha sido o diferencial do jogo, porque naquela hora, se você faz, toda essa tensão, toda essa dramaticidade, dá lugar a uma lucidez maior. Mas mesmo assim, tivemos outra bola no poste com o Abila", completou.

O treinador cruzeirense também viu o desgaste físico como fator que atrapalhou o seu time. Ele lembrou que o compromisso anterior da Chapecoense havia sido disputado às 11 horas de quarta-feira, enquanto o Cruzeiro entrou em campo às 19h30 da última quinta.

"Tivemos volume para empurrar o adversário para trás, tivemos ímpeto, embora acho que tenha faltado nos últimos instantes, uma saúde física da equipe maior, porque 32 horas de diferença é inadmissível. Espero que a confederação (CBF) não submeta mais o Cruzeiro para resolver interesse de outros. Jogar com 32 horas a menos de recuperação que o adversário, nos últimos minutos isso, sem dúvida nenhuma, faz diferença no futebol", declarou.

Com o empate, o Cruzeiro chegou aos 38 pontos, em 12º lugar no Brasileirão. O próximo compromisso do time será pelas quartas de final da Copa do Brasil. Após perder por 2 a 1 para o Corinthians no Itaquerão, o time vai receber o clube paulista na próxima quarta-feira, no Mineirão, no duelo de volta.