Chapecoense 2 x 2 Ponte Preta - Grolli falha duas vezes, mas Macaca busca empate!

Mesmo com o bom resultado, a Ponte acabou perdendo duas posições para Fluminense e Atlético-PR

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 18 (AFI) - Nem mesmo o primeiro tempo apático e a atuação desastrosa do zagueiro Douglas Grolli atrapalharam a Ponte Preta. No duelo entre as principais surpresas do Campeonato Brasileiro, a Macaca arrancou um importante empate contra a Chapecoense, por 2 a 2, após ficar duas vezes atrás no placar, na Arena Condá, em Chapecó. O ponto negativo é que a defesa, sobretudo Grolli, voltou a apresentar muita inconsistência pela 26.ª rodada.

Mesmo com o bom resultado, a Ponte acabou perdendo duas posições na classificação e caiu para o oitavo lugar. Com seus 39 pontos, foi ultrapassada por Fluminense e Atlético-PR, que venceram seus jogos e chegaram a 40 e 39 pontos, respectivamente. Os catarinenses vêm logo abaixo, com 38 pontos, e também fazendo uma campanha segura, com dez pontos acima da zona de rebaixamento.

QUE ISSO, GROLLI?
Ao contrário do que ocorreu contra o Grêmio, a Ponte Preta não conseguiu encaixar seu jogo no primeiro tempo. A Chapecoense adaptou-se melhor ao gramado encharcado, buscou mais o ataque no início e aproveitou as falhas defensivas do adversário. O primeiro gol saiu aos 11 minutos. O atacante Kempes lançou o atacante Tiaguinho. Ele ganhou do zagueiro Douglas Grolli na corrida e bateu por cima do goleiro Aranha. Grande falha do defensor alvinegro.

Os donos da casa continuaram melhores com as condições adversas do gramado, enquanto a Ponte voltou a apresentar aquele futebol apático do empate com o América-MG. Sem inspiração no meio-campo, a Macaca praticamente não levou sustos ao goleiro Danilo nos primeiros 30 minutos. O time conseguiu chegar apenas em bolas longas e chutes de fora da área sem muito efeito.

Os visitantes só conseguiram dar algum trabalho à Chape a partir dos 30 minutos, quando adiantou sua marcação e fez o rival recuar um pouco. Foi justamente neste momento em que saiu o gol de empate. Se Grolli estava em uma tarde desastrosa, o companheiro de zaga Fábio Ferreira tratou de consertar a falha do primeiro gol aos 33 minutos. O lateral Nino Paraíba alçou na área e o xerifão, em posição legal, mandou de cabeça no canto direito do goleiro.

O time de Campinas, contudo, não estava em uma boa tarde. Os alviverdes continuaram a criar boas chances. Foram pelo menos três chances boas criadas pelos donos da casa até que saiu o segundo gol. E novamente com Tiaguinho aproveitando vacilo de Douglas Grolli. Aos 43, o atacante ganhou na corrida do zagueiro e bateu no canto esquerdo de Aranha.

REAÇÃO ALVINEGRA!
Depois de um primeiro tempo abaixo da média, a Ponte voltou com uma postura totalmente diferente na segunda etapa. Com uma marcação mais avançada, dificultou a saída de bola da Chape e passou a chegar ao ataque com mais frequência. Até que aos dez minutos saiu o empate. Após escanteio, o atacante William Pottker ajeitou para a área, Grolli dividiu e a sobra ficou com o atacante Riger, que só completou.

Apesar do jogo mais equilibrado e com ligeira vantagem dos paulistas, a defesa alvinegra continuou bastante insegura quando teve trabalho. Mesmo assim, o ataque parecia funcionar melhor na etapa complementar. Aos 13 e aos 14 minutos, os visitantes tiveram boas chances com Roger e o volante Matheus Jesus.

Conforme o tempo passou, a Macaca pareceu satisfeita com o empate. As mudanças feitas pelo técnico Eduardo Batista não surtiram muito efeito. Com a chegada do final do jogo, os catarinenses se lançaram ao ataque em busca do terceiro gol. Mesmo assim, encontraram muitas dificuldades para furar a boa marcação feita pelos adversários.

PRÓXIMOS JOGOS
No próximo domingo, às 16 horas, a Chapecoense volta a campo para enfrentar o Grêmio, em Porto Alegre. Antes, porém, vai encarar o Independiente-ARG, na quarta-feira, em Avellaneda, pela Sul-Americana. Enquanto isso, a Ponte Preta joga pelo Brasileirão contra o Atlético-PR, também no domingo, às 11 horas. Na quarta, entretanto, recebe o Atlético-MG pela Copa do Brasil.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
26ª rodada
Data
18/09/2016
Horário
16h00
Local
Arena Condá - Chapecó (SC)
Árbitro
João Batista de Arruda - RJ (CBF-1)

Renda
R$ 29.605,00
Assistentes
Michael Correia - RJ (CBF-1) e João Luiz Coelho de Albuquerque - RJ (CBF-1)

Público
2.709 pagantes
Cartões Amarelos
Chapecoense-SC: Josimar, Filipe Machado

Gols
Chapecoense-SC: Tiaguinho 11' 1T, Tiaguinho 43' 1T
Ponte Preta-SP: Fábio Ferreira 34' 1T, Roger 10' 2T
Chapecoense-SC
Danilo;
Gil, Rafael Lima, Filipe Machado e Sérgio Manoel;
Josimar (Rafael Bastos), Matheus Biteco, Cléber Santana e Arthur Maia (Lourency);
Kempes (Bruno Rangel) e Tiaguinho.
Técnico: Caio Júnior
Ponte Preta-SP
Aranha;
Nino Paraíba, Douglas Grolli, Fábio Ferreira e Reinaldo;
João Vitor, Wendel (Élton) e Matheus Jesus;
William Pottker (Wellington Paulista), Roger e Clayson (Jefferson).
Técnico: Eduardo Baptista