Alemão: Após fraturar mão, goleiro suíço desfalcará o Borussia até janeiro

Buerki ficará fora dos últimos jogos do Borussia na competição nacional até a paralisação provocada pelo rigoroso inverno

por Agência Estado

São Paulo, SP, 21 - O goleiro Roman Buerki, do Borussia Dortmund, que fraturou a mão durante o clássico contra o Bayern de Munique, no último sábado, pelo Campeonato Alemão, irá desfalcar o time por pelo menos dois meses. O clube confirmou este tempo previsto de recuperação do jogador, que assim só poderia voltar a jogar no final de janeiro.

Desta forma, Buerki ficará fora dos últimos jogos do Borussia na competição nacional até a paralisação provocada pelo rigoroso inverno alemão, que irá de 22 de dezembro a 19 de janeiro, assim como não poderá estar presente nas duas partidas restantes da equipe na fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

O jogador suíço ainda será submetido nos próximos dias a uma cirurgia, que normalmente requer um tempo de recuperação de oito semanas, informou o Borussia por meio de um comunicado nesta segunda-feira.

Apesar de ter fraturado a mão, Buerki ficou em campo até o final da partida na qual o seu time venceu o Bayern por 1 a 0, em Dortmund, e foi aos 21 pontos na terceira posição do Campeonato Alemão, ficando a três do rival de Munique, vice-líder da tabela. O primeiro colocado é o surpreendente RB Leipzig, com 27 pontos. A fratura só veio a ser confirmada em um exame realizado no último domingo.

Com a ausência do goleiro suíço, o experiente Roman Weidenfeller, de 36 anos, voltará a ocupar o posto de titular do Borussia, que nesta terça-feira enfrentará o Legia Varsóvia, em casa, pela penúltima rodada do Grupo F da Liga dos Campeões. No topo da chave, com dez pontos, o time alemão já assegurou classificação às oitavas de final por antecipação, mas ainda quer garantir a liderança para ter a vantagem de atuar em casa no confronto de volta do primeiro mata-mata continental que fará na próxima fase.