São Paulo prevê venda de jogadores na próxima janela

"Ainda dependemos da venda de atletas. E não tenho dúvida que, no meio do ano, havendo uma proposta, o São Paulo vai ter que vender"

O atacante Marquinhos já foi negociado com o Arsenal, da Inglaterra e o goleiro Volpi retornou ao futebol mexicano

Categorias: Grandes clubes de São Paulo

Por: Agência Estado, 18/05/2022

O atacante Marquinhos já foi negociado pelo São Paulo com o Arsenal, da Inglaterra
O atacante Marquinhos já foi negociado com o Arsenal, da Inglaterra (Foto: Divulgação/São Paulo)

São Paulo, SP, 18 – O presidente do São Paulo, Julio Casares, admitiu nesta quarta-feira que deverá vender jogadores do time na próxima janela de transferências do futebol brasileiro, entre 18 de julho e 15 de agosto. Ele não revelou o nome dos atletas com potencial de negociação, mas garantiu que o técnico Rogério Ceni está ciente das futuras baixas no elenco da equipe.

“Ainda dependemos da venda de atletas. E não tenho dúvida que, no meio do ano, havendo uma proposta, o São Paulo vai ter que vender. Isso está claro, e o Rogério sabe disso”, declarou Casares, em entrevista ao canal SporTV que irá ao ar no dia 28.

O atacante Marquinhos já foi negociado pelo São Paulo com o Arsenal, da Inglaterra
O atacante Marquinhos já foi negociado com o Arsenal, da Inglaterra (Foto: Divulgação/São Paulo)

Ele reforçou que o clube precisa se desfazer de algum jogador para poder reforçar o caixa, principalmente depois de uma janela fraca no início do ano. “Viemos de uma pandemia, onde a janela foi muito conservadora. O mercado sentiu. Então, parece que agora está se recuperando. O mercado russo, que era um bom mercado, e o da Ucrânia não existem mais. A China também não existe mais. Aí começa a reduzir (as oportunidades de negociação)”, declarou.

Casares confirmou na entrevista que, na última janela, o clube havia recebido propostas por Nestor, Gabriel Sara e Welington. Uma das ofertas veio do futebol ucraniano. O trio, contudo, segue defendendo as cores do São Paulo. Mas se tornam candidatos naturais a deixar o clube no meio do ano.

O presidente comentou ainda sobre a saída do jovem atacante Marquinhos. “A questão do Marquinhos é uma questão conhecida, que ele não conseguia mais, ele não queria ficar, foi tentado de tudo. Até antes do jogo contra o Racing (pela Copa Libertadores do ano passado), que ele arrebentou, ele não já queria ficar. Era uma questão contratual, que ele tinha essa condição”, afirmou.

TEM JOGO

O time finalizou nesta quarta a preparação para o jogo contra o Jorge Wilstermann, na quinta, no Morumbi, pela fase de grupos da Copa Sul-Americana. Rogério Ceni comandou atividade técnica, de movimentação e troca de passes, antes de dividir o grupo em dois times, num treino de 11 contra 11. Na principal atividade do dia, ele não contou com as presença do meia Andrés Colorado, em processo de fisioterapia no Reffis, e de Gabriel Sara, que faz tratamento completo ainda.

Em busca de uma vitória para se classificar às oitavas de final do torneio internacional, o São Paulo deve contar com reservas novamente na competição. Ceni pode mandar a campo na quinta uma formação com Thiago Couto, Igor Vinicius, Miranda, Léo e Reinaldo; Luan, Gabriel Neves, Talles Costa e André Anderson; Rigoni e Eder.

Confira também: