Apesar de goleada, Oeste mantém base contra o Monte Azul

Publicado em .

Itápolis, SP, 19 (AFI) - A derrota para o Bragantino, por 4 a 0, na estreia ligou o sinal de alerta no Oeste. Mas para não estagnar na parte debaixo da tabela, o time rubronegro espera buscar a reabilitação no Campeonato Paulista já contra o Monte Azul, nesta quarta-feira, às 19h30, no Estádio Ildenor Picardi Semeghine.

Veja também:
Oeste consegue laudo e enfrenta o Monte Azul em Itápolis

Apesar da derrota elástica, o técnico Paulo Comelli não pretende fazer grandes mudanças no time que perdeu para o Bragantino. A única alteração deve ser a entrada de Ricardinho no ataque. No meio, Alex Willian e Bruno Campos disputam uma vaga.

Os desfalques continuam a ser o volante Rivaldo e o meia Alexandre, que ainda não foram regularizados. Os dois jogadores vieram do FC Vaduz (Suiça) e Saint Truiden (Bélgica), respectivamente, e ainda não tiveram suas documentações liberadas.Contratado nesta segunda-feira, o atacante uruguaio Acosta, ex-Corinthians e Náutico, também não poderá jogar, exemplo do volante Dionísio. Os dois jogadores iniciaram os treinos somente nesta terça-feira.



"Aos poucos nosso time vai encorpar e tenho certeza que teremos condições de lutar por boas posições dentro do Paulistão. Sabemos das nossas limitações, mas não vamos deixar de lutar", comentou Comelli.O Oeste deve entrar em campo com a seguinte formação: Mauro; Adriano, Paulo Miranda e Valtinho; André Luis, Cléber, Alê, Alex Willian (Bruno Campos) e Fernandes; Ricardinho (Ricardo Bueno) e Rafael Oliveira.