Paulista Sub-20: Tanabi vence mais uma e segue na ponta da tabela

O técnico Jorge Saran está satisfeito com o poder de reação da equipe do Tanabi

Na classificação, Novorizontino e Tanabi dividem a liderança, seguidos de Mirassol e Votuporanguense, América e Catanduva

Categorias: Estaduais

Por: Oscar Silva, 12/05/2022

IMG 20220512 WA0013
Foto: Renan Contrera.

Tanabi, SP, 12 (AFI) – A garotada do Tanabi sob o comando do técnico Jorge Saran, venceu mais uma no Campeonato Paulista Sub 20. Jogando na última quarta-feira (11), em Catanduva, no Estádio Silvio Salles, o Índio da Noroeste Paulista, de virada venceu o time da casa por 3 a 2. Para o Santo, assinalaram Alejandro Bolivia e João Galindo, enquanto Natan (duas vezes) e Ygor Max anotaram para o time Verde e Branco. Nos outros dois jogos do Grupo 1, o Novorizontino bateu o Votuporanguense por 2 a 0, enquanto que o Mirassol se reabilitou diante do América, ao vencer oi rival, por 2 a 1.

SITUAÇÃO NA TABELA
Com o encerramento da segunda rodada, o líder é o Novorizontino com seis pontos, mesma pontuação do Tanabi, este perde no critério de desempate no saldo de gols (7 a 2). Na terceira colocação parece o Mirassol com três pontos, mesma pontuação do Votuporanguense. América e Catanduva ainda não pontuaram. O time tanabiense volta a campo na próxima quarta-feira(18), ás 15h, novamente fora de seus domínios, em São José do Rio Preto, no Teixeirão, contra o lanterna Mequinha.

O JOGO
Catanduva que buscava a primeira vitória começou muito bem o jogo e chegou a ficar na frente do marcador ao fazer 2 a 0. Logo aos 13 minutos, o ex-tanabiense, Alejandro Bolivia inaugurou o marcador. Ainda deu tempo e nos acréscimos o Santo ampliou com João Galindo. Com isso, a vitória parcial do representante de Catanduva foi confirmado e num bastante interessante, até porque o time visitante criou boa situação para marcar e não fez. Tem aquele velho ditado, quem não faz toma e foi justamente o que aconteceu. 


VIRADA
No segundo tempo o treinador tanabiense mexeu bem no time e conseguiu virar o jogo com as substituições feitas. Natan que entrou no lugar de Edmar conseguiu diminuir aos 32 minutos. Na reta final da partida, Ygor Max que entrara no posto de Lucas Luciano deixou tudo igual sete minutos depois. Quando tudo indicava o empate, lá estava ele de novo, Natan que decretou a vitória do Índio já nos acréscimos, 3 a 2, conquistando o segundo trinfo consecutivo.

EM CAMPO
O técnico Jorge Saran mandou a campo a seguinte formação: Kaíque; Edmar (Natan), Rodrigo, Rychard e Pedrinho; Eduardo (Eduardo Assunção), Lucas Luciano (Ygor Max), Léo Gomes (Felipe) e Vitinho (David); Rhurick (Luiz Felipe) e Messinho (Daniel Santos). Apitou o duelo, Juliano José Alves Rodrigues que distribuiu seis cartões amarelos e um vermelho, este para Raílson do Catanduva. 

Confira também: