PARAENSE: Remo goleia Paysandu e fica muito perto do título

O Placar Ao Vivo do Futebol Interior acompanha todos os jogos da competição

Categorias: Estaduais

Por: O Liberal, 03/04/2022

remo

Belém, PA, 03 (AFI) – O Remo colocou a mão na taça do Campeonato Paraense ao derrotar o arquirrival Paysandu por 3 a 0 na noite deste domingo, no estádio Baenão, no primeiro jogo da decisão. Um dos destaques foi Brenner, autor de dois gols.

O Remo pode agora perder por até dois gols na volta para levantar a taça. Já o Paysandu terá que fazer quatro. Se for três, levará o duelo para os pênaltis.

O JOGO

Os primeiros 90 minutos da grande final do Parazão 2022 deram a vantagem ao Clube do Remo, que venceu o Paysandu por 3 a 0 e joga com a vantagem na partida de volta, na próxima quarta-feira, na Curuzu. 

O clássico Rei da Amazônia teve ingredientes de decisão. Muita velocidade nos primeiros minutos e boas jogadas de ataque, com leve predominância dos bicolores até os 10 minutos iniciais. O Paysandu começou melhor posicionado e antes dos cinco minutos já havia assustado a defesa remista. Apesar de ter mais posse de bola, os visitantes acabaram levando o primeiro gol numa jogada oportunista do ataque azulino.

Aos 10 minutos, Bruno Alves arrancou pela direita e cruzou na pequena área. Marco Antônio escorou de cabeça e Brenner completou para o gol, deixando o Remo na vantagem. Com o gol, os azulinos abriram mais as jogadas, aproveitando os espaços na defesa bicolor, sobretudo nas laterais. A resposta veio aos 20, num chute a longa distância de Marlon, bem defendido por Vinícius. 

O equilíbrio a partir dos 20 só foi quebrado após o Leão Azul perder uma chance de gol incrível, após Marco Antônio perder, sozinho, a chance de ampliar, isolando o cruzamento de Bruno Alves por cima do gol. O Papão ainda perdeu o meia Ricardinho por dores musculares, antecipando a entrada de Robinho no time.

VIROU GOLEADA

Na volta da segunda etapa, os dois times voltaram sem mudanças, embora do lado azulino Anderson Uchôa tenha tomado o terceiro amarelo e está fora da final da próxima quarta. Os minutos iniciais foram mais truncados, com poucas jogadas de perigo. O Paysandu esteve levemente mais a vontade, com um escanteio e uma chance de gol até os 10 minutos. 

remo
PARAENSE: Remo goleia Paysandu e fica muito perto do título 3

Um vacilo da defesa azulina deu uma ótima oportunidade ao Paysandu, que interceptou passe errado para chegar na frente da área com Serginho, que chutou longe da trave. O Paysandu então fez duas mudanças, entraram Igor Carvalho e Toscano, nos lugares de Polegar e Henan. 

A arbitragem Fifa não comprometeu a partida, mesmo com vários cartões amarelos para ambos. A primeira boa oportunidade do Remo resultou no segundo gol. Aos 16, cruzamento pela esquerda foi desviado por João Paulo e Brenner, que estava no lance, saiu para comemorar a vantagem de 2 a 0. A arbitragem confirmou o gol para o atacante remista, que chegou ao sexto na temporada e segundo na partida. 

O uso de sinalizadores interrompeu o jogo por alguns instantes. No retorno, o Paysandu sentiu o desespero e lançou o time ao ataque, mas continuava com dificuldade para finalizar. Já o Remo pareceu sentir a vantagem e fechou a defesa, aproveitando as oportunidades de contra-ataque, que levaram aos gols da partida. 

Aos 34 o melhor chute do Paysandu saiu dos pés de Serginho, obrigando Vinícius a se esticar todo para evitar o gol. A mudança no time azulino veio aos 36. Saiu Marco Antônio para a vaga de Pingo. Ronald também saiu para a vez de Laílson. Nos últimos 10 minutos os dois times pareciam mais cansados, aproveitando-se mais dos erros do adversário. 

Quando a partida parecia morna, o Leão Azul provou que estava vivo, num belo gol de cabeça de Anderson Uchôa, aproveitando escanteio de Bruno Alves, aos 41. Com o 3 a 0 consolidado, o Remo se organizou em campo para ganhar tempo, até que aos 53, sob os gritos de ‘Olé’, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães apontasse o centro de campo, encerrando a primeira partida da final do Parazão, vencida pelo Clube do Remo. 

PRÓXIMO EMBATE

Remo e Paysandu voltam a se enfrentar na próxima quarta-feira, a partir das 20 horas, na Curuzu. A vitória azulina deu ao time a condição de jogar pelo empate. Na prática, o técnico Paulo Bonamigo perde o volante Anderson Uchôa, que levou o terceiro cartão amarelo. Além dele, o Remo ainda tem dúvida sobre Erick Flores. Do lado bicolor, o Paysandu não teve baixas por cartão amarelo, mas ainda tem a dúvida sobre a volta do atacante Danrlei e do volante Bileu.

Confira também: