Villarreal Liverpool
LIGA DOS CAMPEÕES: Após susto, Liverpool vira sobre Villarreal e vai à final

Time espanhol jogou bem no primeiro tempo, quando marcou dois gols. Mas Liverpool voltou diferente no segundo tempo e virou o placar. Agora aguarda adversário na grande final

Liverpool ganha de virá na Espanha Contra o Villarreal e é o primeiro finalista da Liga dos Campões da Europa. Fabinho teve destaque no jogo

Categorias: Futebol Mundo

Por: Agência Futebol Interior, 03/05/2022

Liverpool na final da Liga dos Campeões
Liverpool na final da Liga dos Campeões. (Foto: Divulgação/ Liga dos Campeões)

Campinas, SP, 3 (AFI) – O Liverpool é o primeiro finalista da Liga dos Campeões após uma virada épica, por 3 a 2, em cima do Villarreal, no Estádio Madrigal, na Espanha. No primeiro jogo, na Inglaterra, os Reds já tinham vencido por 2 a 0.

Nesta terça-feira os Reds foram até a Espanha enfrentar o Submarino Amarelo espanhol e ganharam de virada após sofrer no primeiro tempo e voltar como um gigante no segundo tempo. Agora aguardam o outro finalista. Real Madrid e Chelsea jogam, nesta quarta-feira em Madrid, no jogo de volta. Na Inglaterra, o City venceu por 4 a 3. Agora joga pelo empate.

Liverpool na final da Liga dos Campeões
Liverpool na final da Liga dos Campeões. (Foto: Divulgação/ Liga dos Campeões)

RESUMO DO JOGO DA LIGA DOS CAMPEÕES

Bastaram três minutos para o resgate da esperança. O lançamento longo encontrou Capoué, livre na área. O camisa 6 optou por tocar para dentro ao invés de finalizar e encontrou Dia sozinho: 1 a 0 e enorme festa no El Madrigal.

Sair em vantagem logo era uma maneira de os espanhóis deixarem o time inglês desestabilizado. Porém, não foi o que ocorreu. O Liverpool começou a tocar a bola e evitar o perigo atrás.

O Villarreal, então, começou a apostar nos lançamentos longos, de antes do meio campo. No primeiro, Lo Celso tirou de Alisson e acabou pedindo pênalti após o choque com o goleiro. A arbitragem não viu falta no lance. A bronca dos espanhóis se transformou em festa três minutos mais tarde.

SEGUNDO GOL DO VILLARREAL

Nova bola longa, agora em direção a Capoué. O domínio foi errado, mas ainda deu tempo para o meia se livrar de Robertson e cruzar para a área. Coquelin se antecipou ao estático Arnoud e cabeceou no ângulo. Antes do intervalo o confronto estava em igualdade.

SEGUNDO TEMPO

Klopp resolveu mexer no intervalo para aumentar o poderio ofensivo do Liverpool. Lançou o colombiano Luis Díaz na vaga do português Diogo Jota. Foi logo vendo Mané perder boa chance.

Um gol para qualquer lado significava a vaga direto à decisão sem a necessidade de 30 minutos da prorrogação. E os ingleses retornaram mais dispostos a atacar após perder a preciosa vantagem no duelo.

Arnoud quase descontou em chute de longe. A bola desviou no zagueiro e bateu no travessão. O domínio que era do Villarreal virou e se transformou em festa vermelha aos 16 minutos. O volante Fabinho tocou para Salah e recebeu de volta, no bico da área. Sem marcação, arriscou e mandou entre as pernas de Rulli.

MUDANÇA DE OURO

O gol deixou os mandantes desanimados. Depois de muita luta, levaram um gol que não podiam. Desestabilizados, seguiram pressionados. Díaz quase empatou. A defesa salvou. Mas nada pôde fazer quando Arnoud cruzou na cabeça do colombiano. Livre, ele cabeceou para as redes e deixou o Liverpool muito próximo da decisão.

Restavam 22 minutos para o Villarreal buscar mais dois gols. Abatidos, contudo, seus jogadores sequer conseguiam ter a posse de bola. E ainda sofreram mais um gol. Mané saiu livre de seu campo, passou por Rulli e pelo marcador e decretou a virada e a festa inglesa.

PEDREIRA PARA O LIVERPOOL

Campeão em 2018/19 com grande parte do atual elenco e sob a direção de Jürgen Klopp, o Liverpool terá pedreira na decisão, não importa o oponente. Pode reeditar a decisão de 2017/18 com os merengues, donos de 13 títulos, em clima de revanche, ou travar mais uma batalha com o rival City, com o qual disputa ponto a ponto o título inglês e vem realizando belos confrontos.

Confira também: