Guarani e três fatos relevantes antes de pegar o Vasco

Jogo contra o Vasco em Manaus; o acerto com Marcelo Chamusca e protesto de torcedores no Brinco que resultou em tiro de um segurança

Torcedores de organizada só se infiltraram nas dependências do Brinco devido a sonolência de dirigentes sobre contratação de outro treinador.

Categorias: Colunas

Por: ARIOVALDO IZAC - -, 19/05/2022

guarani 2 e1652929962281
Torcida chamou presidente Moisés de 'mentiroso'

Campinas, SP, 18 (AFI) – Três fatos relevantes no Guarani: jogo contra o Vasco em Manaus na noite desta quinta-feira, chegada do treinador Marcelo Chamusca para substituir Daniel Paulista e protesto de torcedores que resultou em segurança do clube dando tiro para o alto para dispersá-los.

Torcedores de organizada só se infiltraram nas dependências do Estádio Brinco de Ouro devido à sonolência de dirigentes sobre contratação de outro treinador.

Por ocasião de solenidade na Prefeitura de Campinas, na tarde de terça-feira, o presidente do clube, Ricardo Moisés, disse ao radialista Alberto César que não estava procurando treinador e sim observando o interino Ben-Hur.

BLOG DO ARI – ENTRE E DEIXE SUA OPINIÃO !

DESPISTE PEGOU MAL…
Despiste ou não, o profissional cumpriu a sua obrigação ao transmitir a informação em programa esportivo da Rádio Jovem Pan News Campinas, e de certo a postura de Moisés soou até como provocação aos torcedores, que já tinham a devida percepção de que o interino Ben-Hur Moreira é imaturo para efetivação.

Portanto, se o presidente bugrino tivesse tratado a contratação de treinador com a rapidez que o caso exigia, de certo torcedores teriam mais paciência para aguardar o andar da carruagem.

O dérbi já havia sido clara demonstração, até para quem não conhece futebol com profundidade, que nem de longe a interinidade de Ben-Hur deveria ser prolongada.

Todavia, pagaram pra ver e viram.

Guarani Torcida protesta diretoria 2022
Torcida do Guarani brava por time estar na zona de degola da Série B

CHAMUSCA

Se Marcelo Chamusca tem retrospecto de acesso com o Guarani no Campeonato Brasileiro da Série C de 2016, nem por isso dá pra subscrever que vai dar certo agora, na trajetória da Série B, até porque a caminhada dele de lá pra cá foi de oscilação pelos clubes que passou, com campanhas aceitáveis e outras apenas razoáveis, como na Ponte Preta.

A primeira atribuição dele será restabelecer o ambiente no elenco, devido ao racha e perda de controle do antecessor Daniel Paulista.

Segundo passo será reduzir equívocos em escalações, com Derlan e Nicolas Careca escolhidos entre os titulares.

Depois, criar condições para que o ataque seja efetivo.

JOGO EM MANAUS

Se fator torcida fosse predominante em competição como a Série B, a possibilidade de o Vasco levar vantagem sobre o Guarani seria maior, pois seus torcedores serão maioria neste jogo.

Como barulho de arquibancada passou a ter peso relativo na atualidade, a preocupação do Guarani será com ajuste da equipe e não perda de mando de jogo.

Contra o Bahia, mesmo na condição de mandante, o Vasco procurou se resguardar e optar por contra-ataques em velocidade.

De certo vai procurar repetir a estratégia e aí é que mora o perigo para o Guarani, pois atacantes vascaínos colocam velocidade nas jogadas.

Seja como for, que a boleirada do Guarani se certifique que por ora o clube ocupa o Z4 da Série B e a cobrança por afirmação tem se intensificado.

DANIEL PAULISTA

Ex-treinador bugrino Daniel Paulista mal chegou no CRB já foi pro jogo em que o seu clube venceu o Londrina por 1 a 0, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), na noite desta quarta-feira.

E foi estreia recebendo cartão amarelo por reclamação e gesticulando bastante na área técnica.

Confira também: