Schalke é multado em R$ 236 mil por cânticos racistas de sua torcida

Caso aconteceu em partida contra o Hertha Berlin, pela Copa da Alemanha

por Agência Estado

Campinas, SP, 11 - A Federação Alemã de Futebol divulgou nesta terça-feira que multou o Schalke 04 em 50 mil euros (R$ 236 mil) por cânticos racistas de seus torcedores na partida contra o Hertha Berlin, na semana passada, pela Copa da Alemanha.

O jogador Jordan Torunarigha foi o responsável por denunciar o comportamento racista da torcida. A DFB apurou o caso e confirmou que zagueiro alemão de 22 anos foi alvo de um grupo de apoiadores do Schalke, aos 40 minutos do segundo tempo, que imitaram o som de macacos.

A partida foi decidida apenas na prorrogação, quando Torunarigha foi expulso por atirar um suporte para garrafas no chão ao sofrer uma entrada perto da lateral. O Schalke, que perdia por 2 a 0, virou para 3 a 2 e avançou às quartas de final da Copa da Alemanha.

COMBATE AO RACISMO

Foto: Leon Kuegeler/Reuter
Foto: Leon Kuegeler/Reuter

A DFB informou ainda que o Schalke poderá utilizar 16 mil euros (R$ 75 mil) para projetos de combate ao racismo e à discriminação, deduzindo do valor da multa. A entidade ainda prometeu sanções mais duras em caso de novo incidente desta natureza.

Não é a primeira vez que o Schalke ganha destaque por um caso de racismo. No ano passado, o presidente do clube, Clemens Toennies, ficou afastado do cargo por três meses por comentários racistas, segundo apuração da DFB. Ele se desculpou.