Hemerson Maria festeja classificação do Vila Nova, mas já pensa na Copa do Brasil

Vila Nova enfrentará o Ferroviário em casa após ter empatado em Fortaleza pela terceira fase da Copa do Brasil

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 12 (AFI) - Vida de treinador não é fácil no futebol brasileiro. Hemerson Maria (foto) nem pôde comemorar direito a classificação antecipada do Vila Nova no Campeonato Goiano e já teve que começar a pensar na decisão da Copa do Brasil. No último sábado, o Tigrão bateu o Grêmio Anápolis, por 2 a 1, e se garantiu nas semifinais do Estadual. Se a vaga não for direta pela liderança do Grupo B já é certa pelo índice técnico.

Hoje, o Vila Nova lidera seu grupo com 24 pontos, quatro a mais do que a vice-líder Aparecidense. Restam apenas mais duas rodadas para o término da primeira fase. Além dos lideres dos dois grupos, os dois melhores colocados independentemente da chave avançarão ao mata-mata. Na classificação geral, o clube da capital ocupa a vice-liderança e já não pode mais ser alcançado.

"Satisfação muito grande de ver os jogadores concentrados e buscando o resultado. Trabalhamos muito e atingimos nosso objetivo. Fico feliz do grupo ter tido calma nos momentos mais difíceis e de não ter desistido nunca. Isso me alegra e me anima para o mata-mata", comentou o treinador ao site Grande Área.

O Vila Nova folgará na próxima rodada do Goianão. Mas antes de pensar no Estadual, o Tigrão terá duelo pela Copa do Brasil neste meio de semana. O elenco, aliás, já trabalhou no último domingo e também nesta segunda-feira. O Vila Nova voltará a enfrentar o Ferroviário. No primeiro duelo, empate, por 1 a 1. O desafio final será na quinta-feira no Serra Dourada, em Goiânia. No empate levará a decisão para os pênaltis.

Hemerson Maria aguarda o posicionamento do departamento médico para saber se poderá contar com o zagueiro Brunão, que sofreu uma entorse no joelho na vitória de ontem diante do Grêmio Anápolis. Dois jogadores que podem voltar nesse jogo da Copa do Brasil são o zagueiro Heitor que machucou o nariz na partida de ida e o volante Fagner há quase um mês sem atuar por conta de um estiramento muscular.

 
 
" />