Castan prega respeito ao Goiás e elogia dupla de ataque escalada por Luxemburgo

Duelo acontece neste domingo, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 09 - Disposto a recuperar os pontos perdidos no empate sem gols contra o CSA, no último final de semana, o Vasco enfrentará neste domingo o Goiás, no estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 14.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Em 15.º lugar com 14 pontos, o time carioca quer se afastar de vez da zona de rebaixamento e se aproximar dos primeiros colocados. Capitão do time, o zagueiro Leandro Castan pede respeito ao Goiás, que está um pouco acima na tabela de classificação - na 12.ª colocação, com 17 pontos.

ANÁLISE
"Tive a oportunidade de acompanhar os 90 minutos da partida que eles fizeram contra o Corinthians. É um time que possui qualidade, muito veloz lá na frente, então precisaremos ter bastante atenção e entrar muito ligados. Não será uma partida fácil, muito pelo contrário, acredito que o jogo será bastante difícil. Não podemos perder a intensidade", disse.

SOBRE O TIME
Diante do clube goiano, pela segunda vez consecutiva o treinador Vanderlei Luxemburgo irá escalar os jovens Marrony e Talles no comando de ataque. Recentemente, os jogadores que saíram das categorias de base agradeceram o apoio dos atletas mais experientes, em especial de Leandro Castan.

Brasileirão: Vasco da Gama: Leandro Castan prega respeito ao Goiás
Brasileirão: Vasco da Gama: Leandro Castan prega respeito ao Goiás
Ao ser perguntado sobre a dupla, o experiente zagueiro não poupou elogios.

CONTA MAIS
"Eu fico feliz por eles considerarem isso importante. Eu faço uma coisa que é natural. Um dia já me ajudaram também. Eu tento passar tranquilidade, pois sei que esses moleques vão ajudar e são muito importantes para a nossa equipe. Falo isso sem transferir responsabilidade, sem dar um peso a mais do que se deve. Queremos dar tranquilidade para eles fazerem aquilo que sabem. São jogadores jovens e com um potencial enorme", concluiu Leandro Castan.