Chapecoense 0 x 0 Flamengo - Ficou barato para o Fla

Reinaldo Rueda poupou vários titulares no último final de semana, mas não surtiu efeito na Arena Condá

por Agência Futebol Interior

Chapecó, SC, 13 (AFI) - De nada adiantou o técnico Reinaldo Rueda ter poupado os titulares no clássico contra o Botafogo pelo Campeonato Brasileiro - derrota por 2 a 0 no último domingo. Na noite desta quarta-feira, o Flamengo sofreu para arrancar um empate sem gols diante da Chapecoense, na Arena Condá, pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana.

O jogo de volta está marcado para a próxima quarta-feira, às 19h15, no Ninho do Urubu, e quem vencer se classifica para as quartas de final. A Chapecoense tem a vantagem do empate com gols, enquanto um novo 0 a 0 leva a decisão para os pênaltis.

Flamengo foi melhor no primeiro tempo e criou algumas boas oportunidades
Flamengo foi melhor no primeiro tempo e criou algumas boas oportunidades

No domingo, os times entram em campo pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Flamengo recebe o Sport no Rio de Janeiro, enquanto a Chapecoense tenta deixar a zona de rebaixamento diante do Grêmio, em Porto Alegre.

MENGÃO FOI MELHOR
Mesmo jogando fora de casa, o Flamengo começou a partida tendo mais posse de bola que a Chapecoense. Aos dez minutos, Guerrero soltou a bomba após cruzamento de Everton e Jandrei foi buscar no cantinho. Depois de boa troca de passes, o goleiro do time catarinense chegou antes de Guerrero e ficou com a bola.

Aos 25, Everton sentiu uma contusão e foi substituído por Vinícius Júnior. Guerrero levou perigo em cobrança de falta pela linha de fundo. O Flamengo aos poucos foi tomando conta do jogo, encurralando a Chapecoense em seu campo de defesa. Já os donos da casa abusavam das faltas próximas a área.

A Chapecoense não soube aproveitar a queda de produção do Flamengo depois do intervalo
A Chapecoense não soube aproveitar a queda de produção do Flamengo depois do intervalo

Na melhor oportunidade da Chapecoense, aos 41 minutos, Alan Ruschel recebeu de Canteros e bateu para boa defesa de Diego Alves. Esse foi o último lance de perigo do primeiro tempo.

SÓ DEU CHAPE
Os dois times voltaram com a mesma formação para o segundo tempo e a Chapecoense levou perigo logo no primeiro minuto. Reinaldo cobrou falta e a bola passou na frente de três jogadores, mas ninguém desviou. Na sequência, a zaga catarinense bateu cabeça e Berrío finalizou cruzado, assustando Jandrei.

Na melhor oportunidade do jogo, aos 29 minutos, Penilla chutou e Diego Alves bateu roupa. Com o gol aberto, Reinaldo conseguiu finalizar pela linha de fundo. O Flamengo não conseguia jogar e era dominado pela Chapecoense, que criava chance atrás de chance. Lucas Mineiro mandou por cima do gol.

Aos 39 minutos, Luiz Antônio recebeu na ponta direita de Canteros e bateu para defesa de Diego Alves. Depois, Penilla ficou na cara do goleiro rubronegro e bateu para fora. Essa foi a última chance real de gol da partida.

Ficha Técnica

Fase
Oitavas de Final
Rodada
1ª rodada
Data
13/09/2017
Horário
19h15
Local
Arena Condá - Chapecó (SC)
Árbitro
Gery Vargas (BOL)

Renda
R$ 279.770,00
Assistentes
Juan Montaño (BOL) e José Antelo (BOL)

Público
9.702 pagantes
Cartões Amarelos
Chapecoense-BRA: Reinaldo, Fabrício Bruno
Flamengo-BRA: Guerrero, Réver, Cuéllar, Éverton Ribeiro

Chapecoense-BRA
Jandrei;
Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo;
Moisés Ribeiro (Lucas Marques), Lucas Mineiro, Canteros e Alan Ruschel (Luiz Antônio);
Wellington Paulista e Túlio de Melo (Penilla).
Técnico: Emerson Cris (interino).
Flamengo-BRA
Diego Alves;
Rodinei, Réver, Juan e Pará;
Cuéllar, Willian Arão e Diego (Éverton Ribeiro);
Berrío (Lucas Paquetá), Guerrero e Everton (Vinícius Júnior).
Técnico: Reinaldo Rueda.
aaa