Com treinador 100%, Seleção FI do Brasileirão tem base que está no G4

Em uma rodada de muitos gols, a seleção tem apenas um volante e três meias

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 27 (AFI) - O Flamengo segue na liderança isolada do Campeonato Brasileiro após a realização da 21ª rodada, que tem ainda dois jogos para acontecer - Chapecoense x Corinthians e Atlético-MG x Vasco da Gama foram adiados. No entanto, o Palmeiras segue na cola e parece ser o único que tem forças para tirar o título da Gávea.

A rodada ficou marcada pelas trocas de treinadores. Cuca não suportou a derrota do São Paulo para o Goiás em pleno Morumbi e foi demitido. Horas depois, o clube anunciou Fernando Diniz. Em atrito com os "medalhões", Rogério Ceni deixou o Cruzeiro após ser fritado pelo elenco. Já Oswaldo de Oliveira, que bateu boca com Paulo Henrique Ganso, pode cair a qualquer momento.

Como não poderia ser diferente em uma rodada com muitos gols, a Seleção FI chega bastante ofensiva e com jogadores que balançaram as redes adversárias. No meio-campo, o artilheiro Bruno Henrique é o único volante. Enquanto isso, Luan e Luiz Adriano serão municiados por Léo Cittadini, Arrascaeta e Soteldo. Destaque para o paredão Tadeu, que garantiu uma importante vitória ao Goiás.

O Grêmio igualou a maior goleada do Brasileirão ao aplicar 6 a 1 no Avaí
O Grêmio igualou a maior goleada do Brasileirão ao aplicar 6 a 1 no Avaí
CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 21ª RODADA

Goleiro: Tadeu (Goiás)

Sem dúvidas, o principal responsável pelo Goiás ter saído vitorioso do Estádio do Morumbi na noite de quarta-feira, foi o goleiro Tadeu. Além de fechar o gol em diversos chutes de todo ataque são-paulino, o arqueiro defendeu um pênalti cobrado por Reinaldo, que seria o gol de empate do São Paulo.

Lateral-direito: Rafinha (Flamengo)

Sobra no futebol brasileiro. Não é a toa que vem sendo um dos destaques do Flamengo e na vitória sobre o Internacional, por 3 a 1, deu a assistência para Arrascaeta marcar o segundo, além de ter participado do terceiro gol. Nem mesmo a discussão com o técnico Jorge Jesus apaga sua boa atuação.

O lateral Rafinha está sobrando no futebol brasileiro e participou de dois dos três gols do Flamengo
O lateral Rafinha está sobrando no futebol brasileiro e participou de dois dos três gols do Flamengo
Zagueiro: Rafael Vaz (Goiás)

Outro jogador que foi destaque do Goiás na vitória em cima do São Paulo, foi o zagueiro Rafael Vaz. O defensor mostrou consistência na marcação e ganhou praticamente todas as jogadas pelo alto, ajudando demais o goleiro Tadeu a suportar a pressão adversária.

Zagueiro: Valdo (Ceará)
No jogo de abertura da 21ª rodada do Campeonato Brasileiro, Ceará e Cruzeiro ficaram no empate sem gols no Estádio do Castelão. Porém tudo poderia ser diferente, não fosse o zagueiro Valdo. Ele ajudou demais no sistema defensivo e não deixou o ataque cruzeirense chegar com perigo a meta defendida por Diogo Silva.

Lateral-esquerdo: Bruno Cortez (Grêmio)
Parece interminável e, sabe-se lá como, continua sendo titular e jogando bem sob o comando de Renato Gaúcho. Marca bem, ataca bem e desta vez até marcou seu golzinho. O que é raro, porque foi seu segundo gol pelo Grêmio em 128 jogos. Mas foi bem e garantiu a sua vaga na Seleção da Rodada. Com méritos.

Volante: Bruno Henrique (Palmeiras)
É volante, mas tem futebol para ser meia. Está reencontrando o bom futebol desde a chegada de Mano Menezes e foi um dos vários destaques na goleada sobre o CSA, por 6 a 2. Participou do primeiro gol, deu assistência de peito para Willian fazer o segundo e ainda deixou a sua marca duas vezes. É o artilheiro do Verdão no Brasileirão com sete gols.

O atacante Luiz Adriano balançou as redes duas vezes e chegou aos seis gols em nove jogos pelo Palmeiras
O atacante Luiz Adriano balançou as redes duas vezes e chegou aos seis gols em nove jogos pelo Palmeiras
Meia: Arrascaeta (Flamengo)

A cada jogo que realizada, fica ainda mais difícil entender como Abel Braga tinha coragem de deixá-lo no banco de reservas. Ao lado de Bruno Henrique e Gabigol, é o responsável pelo poder ofensivo do Flamengo. Diante do Internacional, marcou um gol de cabeça e deu assistência precisa para Bruno Henrique.

Meia: Léo Cittadini (Athletico-PR)

Demorou, mas parece ter conquistado a titularidade no meio-campo do Athletico-PR de forma definitiva. E mostrou o porque disso na vitória sobre o Fortaleza, por 4 a 1. Deu assistência para Nikão marcar o gol da virada e fez o terceiro rubronegro, além de ter criado outras chances ao longo da partida.

Meia: Soteldo (Santos)
Apesar do Santos ter saído do Maracanã apenas com um empate diante do Fluminense, mais uma vez o meio-campo Soteldo foi destaque do Peixe. Além de ter marcado o gol alvinegro ainda no primeiro tempo, ele infernizou a zaga adversária e por muito pouco não deu a vitória ao time paulista.

Atacante: Luan (Grêmio)
Depois de viver uma má fase, está retornando à grande forma e, por isso mesmo, volta a ganhar chances com o técnico Renato Gaúcho, que escala quem está melhor. Ele marcou um dos gols do Tricolor Gaúcho na goleada sobre o Avaí, por 6 a 1, além de fazer grandes jogadas e deixar o gramado como ‘melhor do jogo’. É o maior goleador da história da Arena Grêmio com 41 gols, dois na frente de Éverton ‘Cebolinha’, com 39.

Mano Menezes tem 100% de aproveitamento no comando do Palmeiras
Mano Menezes tem 100% de aproveitamento no comando do Palmeiras
Atacante: Luiz Adriano (Palmeiras)

Depois de sofrer com Deyverson e Borja, a torcida palmeirense finalmente está tranquila com seu comandante de ataque. Com os dois gols marcados na goleada sobre o CSA, Luiz Adriano chegou ao sexto com a camisa alviverde em nove partidas. E olha que o experiente jogador poderia ter feito pelo menos mais dois.

Técnico: Mano Menezes (Palmeiras)

A diretoria do Palmeiras fez certo em trocar Luiz Felipe Scolari. Sob o comando do novo treinador, o Verdão voltou a apresentar um bom futebol e tem 100% de aproveitamento em cinco jogos. Por conta dessa mudança, o time segue na cola do líder Flamengo. A diferença é de apenas três pontos. O torcedor alviverde nem lembra mais que Mano Menezes teve uma passagem pelo rival Corinthians.