Com adiamento, alguns importantes jogadores da Seleção deixam de ter idade olímpica

Gabriel Jesus, do Manchester City, é o principal nome da lista que ainda tem Lucas Paquetá, Bruno Guimarães, entre outros

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 24 (AFI) – O adiamento das Olimpíadas para 2021 pode alterar muito o elenco que vai representar a seleção brasileira no Japão. Isso porque o futebol olímpico é disputado por atletas com até 23 anos, e apenas três exceções por delegação.

Dessa forma, alguns jogadores que estavam cotados para serem convocados caso os Jogos fossem disputados em 2020 vão completar 24 anos em 2021 e não teriam mais idade olímpica.

Os principais nomes prejudicados são os do atacante Gabriel Jesus, do Manchester City, o meia Lucas Paquetá, do Milan, e o volante Bruno Guimarães, do Lyon. Todos eles completam 24 anos em 2021.

Além deles, outros nomes importantes são os goleiros Cleiton, do Red Bull Bragantino, e Lucas Perri, do São Paulo, os zagueiros Luiz Felipe, da Lazio, e Lyanco, do Torino, o lateral Caio Henrique, do Grêmio, e os volantes Matheus Henrique, também do Grêmio, Maicon, do Shakhtar Donetsk, e Wendel, do Sporting.

O Comitê Olímpico Internacional ainda não declarou se vai alterar a idade máxima permitida para os jogadores, mas é mais provável que não. Dessa forma, cada país tem direito de levar apenas três jogadores com mais de 23 anos.