Há oito anos, São Bernardo FC celebrava seu primeiro título

A equipe do ABC paulista decidiu a competição contra o União Barbarense

por Federação Paulista (FPF)

Campinas, SP, 12 (AFI) - Há exatamente oito anos atrás, no dia 12 de maio de 2012, o São Bernardo FC conquistava seu primeiro título. Nesse dia, o torcedor do clube do ABC paulista comemorou o empate por 2 a 2 contra o União Barbarense, na segunda partida da decisão.

CAMPANHA
O São Bernardo FC não teve vida fácil no inicio da competição. Nas cinco primeiras rodadas do estadual, o clube foi derrotado em todas, sendo colocado como sério candidato ao rebaixamento. A reação começou a partir da 6ª rodada, quando derrotou o União São João por 4 a 2 e deu início a sua recuperação.

A primeira fase do Paulistão A2 foi disputada em pontos corridos, com todas as vinte equipes se enfrentando. Ao final das 19 rodadas da primeira etapa da competição, o futuro campeão terminou na segunda colocação, somando 35 pontos, sendo apemnas superado no saldo gols pelo Atlético Sorocaba.

Há oito anos, São Bernardo FC celebrava seu primeiro título (Foto: Leonardo Britos/FPF)
Há oito anos, São Bernardo FC celebrava seu primeiro título (Foto: Leonardo Britos/FPF)
Já na segunda fase, as oito primeiras equipes da etapa anterior se dividiram em dois grupos de quatro times. Assim como no início do torneio, o São Bernardo FC teve dificuldades nas primeiras rodadas, contra sendo derrotado nas duas primeiras partidas por Noroeste e Penapolense. Porém, assim como na fase inicial, a recuperação veio com uma arrancada, vencendo as duas partidas contra o Red Bull Brasil, além de devolver as derrotas para os primeiros adversários, terminando com 12 pontos e na liderança.

DECISÃO
Disputada em dois jogos, a final do Paulistão A2 de 2012 foi contra o União Barbarense. O primeiro jogo foi na casa do adversário, que saiu na frente já no final da partida, com gol de Roberto Santos. Nos acréscimos, Renato Peixe, de pênalti, garantiu a igualdade no placar.

iante de sua torcida no Estádio Primeiro de Maio lotado, o clube do ABC paulista ficou duas vezes atrás no placar. Cesinha abriu o placar para os visitantes na primeira etapa, mas Ricardinho igualou o placar antes do fim do primeiro tempo. Na segunda parte do confronto, Renato colocou o União novamente na frente, mas Bady fez o gol de empate e garantiu o título para o São Bernardo FC, que levou o troféu por ter feito melhor campanha que o adversário na somatória das fases.

DESTAQUES
Um dos grandes nomes da campanha campeã do São Bernardo FC, o título tem um significado especial para Danielzinho, que foi revelado na base do clube do ABC paulista. “Esse título foi muito especial, foi o meu primeiro no clube que me revelou. Eu sendo o artilheiro da equipe me deixa ainda mais feliz. Eu era novo na época, uma das promessas do clube, então naquele momento eu me firmei como titular e me deram a liberdade para jogar futebol, e consegui ser um dos destaques da equipe", disse.

Artilheiro do São Bernardo FC no estadual, com onze gols, o atacante frisa que a união foi primordial para a conquista do título. "O momento mais difícil foi o começo. Nós iniciamos a A2 desacreditados, porque muitos não tinham fé no nosso grupo, e isso fez com que começássemos o campeonato cabisbaixo, tanto que perdemos as cinco primeiras partidas. Por tudo isso, acredito que tenha sido o momento mais difícil do grupo", antes de completar.

"Como começamos mal o campeonato, a fase negativa fez com que não só o grupo, mas o clube inteiro se unisse em prol de um pensamento só, que era o acesso. O clube inteiro estava unido, e conseguimos assim não só o acesso, como também o título", concluiu.

FICHA TÉCNICA
São Bernardo FC 2 x 2 União Barbarense
Data:
12/05/2012
Local: Estádio Primeiro de Maio, em São Bernardo do Campo
Árbitro: Claudinei Forati Silva

São Bernardo FC: Wilson Júnior; Régis, Márcio Garcia, Thiago Gasparetto e Renato Peixe; Dudu, Bady (Nei Mineiro), Zé Forte (Luciano Mandí) e Léo Costa; Ricardinho e Danielzinho.
Técnico: Luciano Dias.

União Barbarense: Thiago Passos; Alex, Juliano, Rafael Silva e César; Claudio Britto, Edilson Azul (Dias), Paulo Santos e Melinho (Renato); Cesinha (Junai) e Cahiame.
Técnico: Claudemir Peixoto.

Gols: Ricardinho (34'/1ºT) e Bady (15'/2ºT); Cesinha (18'/1ºT) e Renato ( 11'/2ºT).

Cartões Amarelos: Renato Peixe, Dudu, Ricardinho, Nei Mineiro; Melinho, Rafael Silva, Juliano, Cláudio Britto e Caihame
Cartão Vermelho: Juliano (UAB)