Santos 1 x 2 Inter - Peixe patina de novo e se complica no Brasileirão...

Com gol de pênalti, Leandro Damião abriu o placar neste domingo

por Agência Futebol Interior

Santos, SP, 10 - Em jogo marcado por arbitragem polêmica, com dois pênaltis duvidosos e expulsão do zagueiro Lucas Veríssimo por reclamação, o Santos perdeu para o Internacional por 2 a 1, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, neste domingo, no fechamento da 11.ª rodada do Campeonato Brasileiro. A derrota impede a recuperação do time alvinegro na competição.

A equipe santista fica a uma posição da zona de rebaixamento do Brasileirão, na 16.ª colocação, com 10 pontos. Já o Internacional sobe para o quinto lugar, com 19.

O Santos vinha de dois bons resultados: goleada sobre o Vitória (5 a 2) e empate com o Corinthians fora de casa (1 a 1). O jogo diante do Internacional servia para retomar de vez a confiança no campeonato e seguir para a parte de cima da tabela de classificação, depois de ficar algumas rodadas na zona de rebaixamento.

DEU RUIM...
O time do técnico Jair Ventura entrou concentrado. Ficou mais com a bola, mas sem agredir os gaúchos. Era o Internacional que mais ameaçava. Chegou com perigo aos 8 minutos com William Pottker, aos 15 com Lucca, aos 19 com Leandro Damião e aos 29 de novo com o atacante.

Depois de muitas chegadas, veio o gol. Aos 31 minutos, Renato trombou com Iago dentro da área e o árbitro carioca Wagner do Nascimento Magalhães marcou pênalti para reclamação geral dos santistas. Leandro Damião bateu no meio do gol para vencer o goleiro Vanderlei e abrir o placar. Foi o 100.º gol dele com a camisa colorada, em 211 jogos.

A melhor chance do Santos no primeiro tempo aconteceu só aos 44 minutos. Gabriel deu bom passe para Eduardo Sacha, que concluiu na trave.

A segunda etapa começou movimentada, com mais polêmicas envolvendo a arbitragem. Aos 5 minutos, pênalti para o Santos - Diego Pituca cruzou e Gabriel desabou na área. O árbitro apontou penalidade, contestada pelos gaúchos. O próprio camisa 10 bateu e marcou. O goleiro Daniel caiu para o outro lado - havia acabado de entrar no lugar de Danilo Fernandes, que não conseguiu se recuperar pancada na cabeça em trombada com companheiro de equipe no final do primeiro tempo.

Aos 7 minutos, nova vantagem no placar para o Internacional. Lucca cobrou falta e o argentino Víctor Cuesta marcou de cabeça. Lucas Veríssimo reclamou de carga do defensor adversário. Abordou acintosamente o auxiliar e foi expulso. Pode ter sido o último jogo dele com a camisa do Santos, já que tem conversas com clubes italianos.

Gabriel foi sacrificado para a entrada de Gustavo Henrique para recompor a zaga santista. Com um jogador a menos, o Santos não conseguiu equilibrar as ações. Mas quase empatou aos 36 minutos, em chute de longa distância de Bruno Henrique, que havia entrado no intervalo.

O Internacional chegou do mesmo jeito. O uruguaio Nico López bateu de fora da área, a bola desviou na zaga e exigiu boa defesa de Vanderlei. No desespero, o goleiro do Santos foi para a área tentar empatar em escanteio, mas não conseguiu.

Os dois times voltam a campo na quarta-feira, quando será disputada a última rodada antes da parada para a Copa do Mundo. O Santos visita o Fluminense, às 19 horas, no Maracanã, enquanto o Inter recebe o Vasco, às 21h45, no Beira-Rio, em Porto Alegre.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
11ª rodada
Data
10/06/2018
Horário
19h00
Local
Vila Belmiro - Santos (SP)
Árbitro
Wagner do Nascimento Magalhaes (FIFA/RJ)

Renda
R$ 179.645,00.
Assistentes
Luiz Claudio Regazone e Carlos Henrique Alves de Lima Filho (Ambos RJ)

Público
8.124 pagantes.
Cartões Amarelos
Santos-SP: Bruno Henrique, Diego Pituca, Jean Mota
Internacional-RS: Edenilson, Patrick, Rodrigo Dourado , Rossi, William Pottker

Cartões Vermelhos
Santos-SP: Lucas Veríssimo
Gols
Santos-SP: Gabigol 5' 2T
Internacional-RS: Leandro Damião 32' 1T, Victor Cuesta 7' 2T
Santos-SP
Vanderlei;
Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Dodô;
Diego Pituca, Renato e Jean Mota (Bruno Henrique);
Gabriel (Gustavo Henrique), Rodrygo e Eduardo Sasha (Leo Cittadini).
Técnico: Jair Ventura
Internacional-RS
Danilo Fernandes (Daniel);
Fabiano, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Iago;
Dourado, Edenílson, William Pottker, Patrick e Lucca (Nico López);
Leandro Damião (Rossi)
Técnico: Odair Hellmann
 
 
" />