Once Caldas-COL 2 x 1 São Paulo - Sampa cai diante de algoz

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 25 (AFI) - O São Paulo definitivamente não se dá bem contra o Once Caldas-COL, clube que eliminou o Tricolor na Copa Libertadores de 2004. Nesta quinta-feira, a história se repetiu e o time colombiano venceu por 2 a 1, de virada, em Manizales, em jogo válido pela segunda rodada da Libertadores.

A derrota deixou o São Paulo na segunda colocação do Grupo 2 ao lado do Monterrey-MEX, com três pontos. Já o Once Caldas é o líder isolado da chave, com seis pontos e 100% de aproveitamento.

Rogério põe Sampa na frente!
Tentando fazer valer o mando de campo, o Once Caldas começou em cima e quase fez o primeiro logo aos cinco minutos. Santoya chutou cruzado e Rogério Ceni, com a ponta dos dedos, fez a defesa, salvando o Tricolor de sofrer o primeiro. O time colombiano pressionava e o São Paulo se defendia bem, levando perigo nos contra-golpes.

Aos poucos o time brasileiro foi se soltando e passou a chegar com mais frequência ao ataque. Aos 33 minutos, o Tricolor tirou o zero do placar. Rogério Ceni cobrou falta da entrada da área, a bola desviou em Uribe e entrou à direita de Martínez, que foi pego no contrapé.

Atrás no placar, o Once Caldas adiantou a marcação e tentou pressionar o São Paulo em busca do empate ainda no primeiro tempo. Mas foi o Sampa quem quase ampliou dois minutos mais tarde. Marcelinho Paraíba chutou cruzado e a bola passou à direita, com muito perigo.

No fim da primeira etapa, os colombianos chegaram com perigo em duas ocasiões, obrigando Rogério Ceni a trabalhar. Aos 41, o goleiro saiu do gol após cruzamento e afastou a bola para longe. Aos 46, Rogério fez boa defesa em chute rasteiro de Moreno, colocando a bola para fora.

Vira-vira!
O time colombiano voltou com tudo para o segundo tempo e não demorou para empatar. Após cruzamento da direita, Uribe subiu mais alto que a zaga e empatou o jogo de cabeça, aos quatro minutos. O São Paulo sentiu o baque e quase levou o segundo na sequência. Moreno chutou forte e a bola explodiu do travessão.

O Once caldas exercia forte pressão no time são-paulino, que se segurava como podia. Mas no contra-ataque, por pouco muito o São Paulo não voltou a ficar na frente. Hernanes cruzou da linha de fundo e Vizcorrondo cortou antes da bola chegar aos pés de Washington, que fatalmente faria o gol.

A resposta dos donos da casa foi imediata. Nuñez fez o cruzamento, a bola passou na frente do gol e Moreno, de carrinho, quase mandou para as redes. Ao mesmo tempo em que sofria a pressão, o Tricolor levava perigo nos contra-ataques e Washington quase marcou aos 23 minutos. Após passe de Jean, o camisa 9 bateu na saída do goleiro, que fez boa defesa.

O São Paulo a pressão e sofreu a virada aos 26 minutos. Moreno arrancou do meio-campo, passou por três marcadores e bateu cruzado, marcando um belíssimo gol e virando o placar. Depois o Tricolor não teve forças para empatar e amargou o primeiro revés na Libertadores deste ano.

Ficha Técnica

Once Caldas 2 x 1 São Paulo

Local: Estádio Palogrande, em Manizales-COL
Árbitro: Pablo Pozo-CHI
Cartões amarelos: Alexis Henríquez (Once Caldas)
Gols: Rogério Ceni, 33'/1T (São Paulo); Uribe, 4'/2T, Moreno, 26'/2T (Once Caldas)

Once Caldas
Luis Martínez; Oswaldo Vizcarrondo, Iván Vélez e Alexis Enríquez; Luis Núñez, Jaime Castrillón (Cárdenas), John Valencia, Diego Arias e Fernando Uribe (Amaya); Dayro Moreno e Dany Santoya (Baena).
Técnico: Juan Carlos Osorio

São Paulo
Rogério Ceni; Cicinho, Xandão, Miranda e Jorge Wagner; Jean, Richarlyson, Hernanes e Cléber Santana; Marcelinho (Rodrigo Souto) e Washington.
Técnico: Milton Cruz (interino)

 
 
" />