Zé Carlos, ex-Corinthians, será auxiliar de Zé Teodoro no River-PI

Lateral encerrou a carreira no Ituano em 2015 e já está trabalhando no time piauiense

por Agência Futebol Interior

Teresina, PI, 09 (AFI) - Após encerrar a carreira de jogador profissional no Ituano em 2015, o meia/lateral Zé Carlos foi auxiliar técnico no Aparecidense durante a série D do Brasileirão e agora vai para o River-PI trabalhar com o treinador Zé Teodoro.

Como jogador, Zé Carlos foi revelado pelo Goiás, depois foi campeão paulista com o São Caetano, jogou também no Corinthians, Cerezo Osaka do Japão, Botafogo-RJ. Em 2015, encerrou a carreira após disputar o paulistão pelo Ituano e já iniciou logo em seguida sua nova jornada como auxiliar técnico do Aparecidense de Goiás, na disputa da série D do campeonato brasileiro.

“Para mim foi uma experiência muito boa, eu esperava fazer um estágio e fui direto como auxiliar da Aparecidense. É bem diferente mesmo, você sair da carreira de atleta profissional para a comissão, é como pular o lado do balcão, completamente diferente, o comando, ter diálogo com várias pessoas. Mas, como passei os últimos anos sempre como capitão das equipes, falando, tomando a frente, já tinha uma experiência mais ou menos”, detalhou o ex-camisa 6.

Mesmo com a transição tão rápida na carreira, Zé Carlos afirma que já vinha se preparando para esta mudança e no Aparecidense conseguiu desenvolver um bom trabalho, chegando a comandar o time no final da temporada.

“Eu já tinha este projeto a dois anos, de ser auxiliar assim que encerrasse a carreira e logo que encerrei fui ser auxiliar de uma equipe profissional, que foi a Aparecidense, em Goiânia, já disputando uma série D de Brasileiro. O trabalho e o aprendizado que tive com o treinador Silvio Criciúma, com que joguei no Goiás três anos, foi muito boa, aprendi muito com ele, me ensinou bastante e tirei proveito. Tanto que no último jogo, não tinha mais chance de classificação, ele já havia sido mandado embora e eu dirigi a equipe como treinador, fiz a semana toda como treinador, o respeito aconteceu, o trabalho foi bem feito, tanto que chegamos no domingo e conseguimos a vitória por dois a zero”, relatou Zé Carlos.

Com o final da série D a tendência era que o auxiliar continuasse no Aparecidense para a disputa do campeonato goiano, mas então surgiu Zé Teodoro, treinador experiente, que como jogador foi revelado pelo Goiás e fez história na lateral direita do São Paulo, conquistando dois títulos brasileiros.

“Eu já tinha um contato da Aparecidense para continua como auxiliar técnico do clube no campeonato goiano, quando entrou o Zé Teodoro, uma pessoa que eu conhecia de bater uma bolinha em Goiânia, mas não tinha um contato direto. Ele acertou com a Aparecidense para disputar o campeonato goiano este ano, como ele não tinha comissão e eu era do clube, íamos trabalhar juntos. Mas, um dia ele me ligou, recebeu uma proposta melhor do River-PI e me convidou para seguir a carreira com ele, eu não pensei duas vezes. Primeiramente comuniquei o João Rodrigues, que é diretor da Aparecidense, uma pessoa que me ajudou muito, ele disse que não abriria mão de mim, mas se fosse melhor para minha carreira sem problemas. Eu achei que era o momento de seguir minha carreira, com um treinador como Zé Teodoro, gabaritado, com uma situação boa no nordeste, vários clubes grandes que passou, eu achei que era o momento oportuno de seguir minha carreira e buscar meu espaço. Estou muito feliz, com uma pessoa que, pelo convívio que estou tendo com ele, falamos a mesma língua, uma pessoa muito tranquila, cobra bastante, uma pessoa muito focada no trabalho, em ganhar títulos e está sendo importante. Iniciamos o trabalho aqui no River/PI, onde estou muito feliz, uma equipe que está em crescimento, teve agora o acesso para a série C, bicampeão piauiense e tem várias competições este ano”, explicou o auxiliar técnico.

E o River-PI está reforçando a comissão técnica. Além de Zé Teodoro como treinador e Zé Carlos como auxiliar técnico, o clube trouxe outros profissionais para trabalhar junto com o treinador.

“Desde já quero adiantar nossa comissão técnica, temos o treinador de goleiros Leandro, que estava no Independente de Limeira, foi também indicado para o Zé e está conosco, temos o Rildo Dionísio, preparador físico, que esteve no Atlético Sorocaba, uma pessoa que eu trabalhei no Icasa, foi meu preparador físico, é um preparado competente e está conosco aqui. Esperamos que esta comissão possa fazer a diferença, como fez o Flavio aqui no ano passado, que possamos fazer a diferença. Eu estou muito feliz em trabalhar na comissão do Zé Teodoro, pela oportunidade que ele tem me dado, cabe agora mostrar minha qualidade, na simplicidade total, fazendo nosso trabalho da melhor forma possível”, finalizou Zé Carlos.

 
 
" />